ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Villarreal elimina o Arsenal e fará final da Liga Europa com United

Clube espanhol arrancou empate sem gols em Londres e evitou unanimidade britânica nas finais europeias

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h58 - Publicado em 6 Maio 2021, 19h10

O Villarreal conseguiu nesta quinta-feira, 6, uma façanha com a qual vinha sonhando há vários anos. O time espanhol segurou o empate em 0 a 0 com o Arsenal, em Londres, e chegou à decisão da Liga Europa. Com isso, evitou que as finais no continente sejam 100% inglesas.

Seu adversário na decisão, marcada para 26 de maio, em Gdansk, na Polônia, será o Manchester United, que avançou mesmo perdendo por 3 a 2 para a Roma, na Itália, nesta tarde. Chelsea e Manchester City farão a decisão da Liga dos Campeões, dia 29, em Istambul, na Turquia.

Clique aqui e assine PLACAR com preço especial, a partir de 8,90 reais por mês!

O Villarreal havia vencido o primeiro jogo por 2 a 1 e, com uma defesa bem postada, conseguiu segurar o Arsenal. O resultado teve gosto de vingança histórica: na temporada 2005/2006, o modesto time espanhol, que jamais conquistou um título de primeira divisão, quase chegou à final da Liga dos Campeões. Na ocasião, foi eliminado na semifinal justamente pelo Arsenal, em jogo marcado por penalidade perdida pelo argentino Juan Román Riquelme nos minutos finais.

O time também já havia sido eliminado em três semifinais da Liga Europa: em 2004 pelo Valencia), 2011 pelo Porto e 2016 pelo Monaco. Agora, o time dirigido por Unai Emery (ex-PSG e Arsenal) buscará surpreender o favorito Manchester United, campeão em 2017.

O time inglês havia vencido a Roma jogo de ida por impiedosos 6 a 2. Nesta quinta, porém, o time só não sofreu mais pois teve o goleiro espanhol David de Gea inspirado. A equipe italiana precisava de vitórias por 4 a 0 ou 5 a 1 para avançar

A Roma precisava de um 4 a 0 ou 5 a 1 para avançar e criou diversas chances. O United, porém, saiu na frente com Edinson Cavani. A Roma empatou com Edin Dzeko e virou com Cristante. O uruguaio Cavani, porém, marcou mais um (seu quarto no agregado do confronto) e acabou com as chances da Roma, que ainda conseguiu a vitória simbólica com gol do jovem Zalewski.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade