CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

VAR terá 33 câmeras em cada estádio da Copa do Mundo

Mundial da Rússia será o primeiro a utilizar tecnologia do árbitro assistente de vídeo

Por EFE Atualizado em 28 set 2021, 21h35 - Publicado em 10 abr 2018, 12h05

A Fifa detalhou nesta terça-feira o uso do árbitro assistente de vídeo (VAR, na sigla em inglês) na Copa do Mundo da Rússia. O aparato ficará instalado no Centro Internacional de Transmissão, em Moscou, e contará com 33 câmeras instaladas em cada um dos 12 estádios que receberão partidas da competição.

De acordo com os detalhes do funcionamento do sistema, todo o material será acessado apenas pelos auxiliares. Das 33 câmeras, oito gravarão em imagem “super lenta”, seis em “extra lenta”, e duas serão utilizadas para a checagem de impedimentos.

A Fifa ainda relembrou que o VAR será usado apenas em erros na marcação ou não de gols, decisões sobre pênaltis, expulsões e confusão na identificação de jogadores. O sistema servirá apenas como apoio, sem tomar nenhuma decisão, que caberá apenas ao árbitro principal.

A equipe de auxílio terá três integrantes, todos do primeiro escalação do quadro da entidade internacional. Além disso, serão quatro operadores de replay, fornecendo os melhores ângulos das câmeras.

“Os assistentes de vídeo examinarão as imagens gravadas e informarão ao árbitro sobre o que estão vendo na tela, mediante sistema de áudio. Ele tomará a decisão ou agirá adequadamente, após ver as imagens na lateral do campo, ou se baseando na informação que for comunicada pelos membros do VAR”, detalha a Fifa, em comunicado.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês