ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

‘Vagabundo’, tapas e até esposa: as ofensas de Cuca na súmula de árbitro

Vuaden relatou xingamentos e ameaças do técnico do Atlético Mineiro após derrota para o Ceará

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h07 - Publicado em 25 jun 2021, 11h44

Na última quinta-feira, 24, o Atlético Mineiro foi derrotado para o Ceará por 2 a 1, no Castelão, em Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. Assim que o juiz Leandro Vuaden apitou o fim de jogo, o treinador Cuca, do time de Minas Gerais, invadiu o campo e partiu para cima da equipe de arbitragem.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

As câmeras da transmissão flagraram a expulsão do técnico do Galo após xingar Leandro Vuaden de ‘vagabundo’. Porém, o árbitro da partida relatou mais desrespeitos na súmula.”Você me dá azar na vida, ainda bem que vou largar para não precisar conviver com pessoas como você. Tenho nojo. Você é um gaveteiro”, disse Cuca, segundo versão do árbitro.

Vuaden ainda relatou na súmula que Cuca citou a esposa de Vuaden. “Vagabundo, vagabundo, vai ter CPI hoje porque você me pediu voto para a sua esposa”, teria dito o técnico. A esposa do árbitro, Jaqueline Vuaden, foi candidata a vereadora da cidade de Estrela, no Rio Grande do Sul, pelo MDB, mas não foi eleita.

O Atlético Mineiro, atualmente, ocupa a sétima colocação do Campeonato Brasileiro, com três vitórias, um empate e duas derrotas. Leia abaixo a versão de Leandro Vuaden, relatada na súmula da partida:

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Expulsei com cartão vermelho direto, apos o término da partida, o técnico da equipe clube Atlético Mineiro, senhor Alexi Stival, por adentrar ao campo de jogo e vir em minha direção proferindo as seguintes palavras: “você me dá azar na vida, ainda bem que vou largar para não precisar conviver com pessoas como você. Tenho nojo. Você é um gaveteiro”.

Após visualizar o cartão vermelho continuou proferindo as seguintes palavras: “sem vergonha, se eu cruzar com você na rua te dou umas tapas na cara”, inclusive fazendo menção e se aproximando dizendo “vagabundo, vagabundo”.

O mesmo foi contido e retirado por integrantes da sua comissão técnica e jogadores da equipe do Ceará. Quando eu estava na área mista me dirigindo ao vestiário da arbitragem, o mesmo proferiu as seguintes palavras “vagabundo, vagabundo, vai ter CPI hoje porque você me pediu voto para a sua esposa”.

Informo ainda que me senti extremamente ofendido em minha honra pelas palavras proferidas contra a minha pessoa.

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade