CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Torcida empurra Corinthians em treino aberto antes de decisão com Flamengo

Na quarta-feira, clubes mais populares do país jogam por vitória simples para chegar à final da Copa do Brasil

Por Gazeta Press Atualizado em 28 set 2021, 17h02 - Publicado em 25 set 2018, 19h14

O Corinthians repetiu a estratégia de abrir as portas do Itaquerão na véspera de um jogo decisivo, e a torcida compareceu à arena nesta terça-feira (25) para incentivar a equipe que enfrentará o Flamengo no segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, na quarta, a partir das 21h45. Desta vez, a festa ficou restrita às arquibancadas: a tradicional invasão de campo após a atividade foi impedida a pedido da organização e pelo posicionamento de policiais militares ao redor do gramado.

Ainda que o alto-falante tenha anunciado mais de 40.000 presentes, a movimentação pareceu menor que em outras atividades. O volume de pessoas, por exemplo, não parecia superar o registrado antes dos clássicos contra o Palmeiras, no segundo turno do Brasileiro do ano passado, e na final do Paulistão de 2018, quando cerca de 35.000 torcedores estiveram na arena.

Números à parte, a festa seguiu o padrão dos outros anos, com muitas bandeiras e gritos de incentivo num raro contato das pessoas com os atletas fora dos dias de jogos.

Depois de cerca de duas horas de trabalho, encerradas com grande atuação de Cássio no treino de pênaltis, os atletas se reuniram no gramado e agradeceram a torcida. O técnico Jair Ventura não confirmou o time titular, mas a principal dúvida está na posição de primeiro volante — Ralf e Gabriel disputam o posto.

Dessa forma, a provável escalação do Corinthians será: Cássio; Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf (Gabriel) e Douglas; Ángel Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson. Como a primeira partida terminou empatada em 0 a 0 no Maracanã, ambos os times precisam apenas de uma vitória simples para avançar e pegar o vencedor do duelo entre Palmeiras e Cruzeiro.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade