CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Tite explica convocação de Willian José e elogia Geromel

“Não ficaria em paz se não convocasse Geromel”, afirmou o treinador da seleção, que chamou 25 atletas para os últimos testes contra Rússia e Alemanha

Por Da redação Atualizado em 28 set 2021, 22h25 - Publicado em 12 mar 2018, 12h45

O técnico Tite anunciou nesta segunda-feira a lista de 25 convocados da seleção brasileira para os últimos testes antes da lista final para a Copa do Mundo da Rússia, contra Rússia e Alemanha, e surpreendeu com algumas escolhas, sobretudo às dos novatos Willian José, da Real Sociedad, e Anderson Talisca (Besiktas). Em entrevista na sede da CBF, o treinador explicou as convocações e também fez elogios ao zagueiro Geromel, do Grêmio, que retornou ao time.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

“Geromel merece pela grande Libertadores e pelo grande Mundial. Ele, Luan, Arthur, que ficou três meses parado, Grohe, todos estão no nosso hall de observação. Mas seria injusto especificamente com o Geromel se eu não o convocasse, eu não ficaria em paz comigo mesmo”, afirmou Tite, que convocou cinco zagueiros. O jogador do Grêmio deve brigar por uma vaga com Rodrigo Caio, do São Paulo.

O treinador disse que, apesar de ser a última convocação antes da lista do Mundial, que será divulgada em maio, outros nomes ainda podem ter esperanças.  “Todos os outros atletas que não foram convocados estão dentro e continuam sendo avaliados. Todos. Mesmo com grandes momentos de alguns atletas, como é o caso de William José e Talisca, que executam e trazem componentes diferentes à equipe, não quer dizer que Giuliano está fora, Lucas Lima está fora, Diego está fora. Não há uma situação definitiva.”

Sobre Willian José, que vive boa fase na Real Sociedad, Tite diz ter buscado uma nova opção, com um centroavante mais fixo. “O objetivo é ter opções, jogadores de características diferentes, um pivô, mas tem mobilidade. Ele é alto, mas se movimenta e cabeceia muito. Tem números bons em campeonatos importantes. Assim como o Jô, ou algum outro no Brasil possa ter essa característica e te permita um acréscimo.”

O Brasil vai primeiro a Moscou, onde enfrenta a anfitriã Rússia, no dia 23 de março, no Estádio Luzhniki. Quatro dias depois, no dia 27, em Berlim, a equipe enfrenta a Alemanha. A estreia no Mundial será no dia 17 de junho, contra a Suíça. Pelo Grupo E, Costa Rica e Sérvia serão os outros adversários da seleção na primeira fase.

(com Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade