ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Tite elogia Argentina: “A gente só rivaliza com quem admira”

Técnico do Brasil destacou capacidade do arquirrival antes de partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 17h20 - Publicado em 4 set 2021, 17h07

Invicto e 100% nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, o Brasil encara a Argentina neste domingo, 5, às 16h (de Brasília), na Neo Química Arena, em Itaquera, pela competição. Apesar do trauma recente da seleção brasileira com a perda do título da Copa América para o arquirrival, o técnico Tite elogiou os argentinos.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“Não adianta usar der hipocrisia. É inevitável dizer que o jogo tem conotação diferente. A gente só rivaliza com quem admira. São jogos assim, como quando em clubes contra Boca, River, Estudiantes, San Lorenzo e Racing, fica outra atmosfera. Mas o que não podemos é jogar o jogo antes, temos absorver energia, ter serenidade, equilíbrio, discernimento. É um jogo emocional que mobiliza, que provoca perguntas, mas essa ponderação é fundamental”, diz Tite, em coletiva pré-jogo. “O duelo é especial”, completa.

Mesmo sem adiantar a equipe titular para o duelo, o treinador falou sobre a importância do atacante Gabigol e destacou a importância do jogador atuar com liberdade no ataque.

“Precisa de espaço de movimentação e, se for só o pivô, vou retirar características melhores dele. Vai ter técnico que quer que ele faça o que não faz de melhor. Essa liberdade de movimentação eu dou. No Santos a origem foi de externo, para ter esses movimentos todos de liberdade de movimentação. Não é campo todo, é centro-direita onde se sente melhor. A partir daí sim, ter presença de área”, afirma Tite.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O próprio atacante falou, em coletiva, que a derrota na grande decisão da Copa América ficou no passado. “É outro momento, agora é Eliminatórias, a gente vem de mais uma vitória. Ficamos tristes pela derrota na final, mas é outro momento. É desfrutar, jogar bem e merecer a vitória”, destaca Gabigol.

O Brasil lidera a tabela das Eliminatórias com 21 pontos e 100% de aproveitamento. Já a Argentina está na vice-liderança, com 15 pontos.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade