ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Tite e Sampaio externam apoio e convidam Bruninho a conhecer a seleção

Emocionado, auxiliar técnico da seleção contou sobre influência da família corintiana e pediu para garoto não perder "amor pelo seus ídolos e pelo esporte''

Por Da Redação Atualizado em 10 nov 2021, 17h00 - Publicado em 10 nov 2021, 16h00

O técnico Tite e o auxiliar César Sampaio convidaram o menino Bruno do Nascimento, 9 anos, para visitar a seleção brasileira. Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 10, eles se solidarizaram com a criança, torcedora do Santos, hostilizada e atacada por torcedores na Vila Belmiro ao pedir a camisa do goleiro Jaílson, do Palmeiras, no clássico do último domingo, 7. 

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Tu torce pela seleção brasileira, e dá para torcer por clubes, sim. Dá para ter educação e respeito por tudo”, comentou Tite no fim da entrevista coletiva.

O técnico da seleção se dirigiu ao garoto, emocionado. “Porque nós como pais, como pessoas temos a função de sermos educadores, temos de ser exemplos. Mais do que falar é fazer. Tu torce pela seleção brasileira, e dá para torcer por clubes, sim. Dá para ter educação e respeito por tudo. Bruninho, um abraço nosso de coração de um homem de 60 anos, que aprendeu um pouquinho, aprendeu a respeitar sentimento e exemplos positivos, que vão educar e fazer uma sociedade melhor”, explicou. 

Na mesma ocasião, o ex-jogador e atual auxiliar técnico César Sampaio lembrou que é palmeirense, com família corintiana, e como jogador, atuou em quatro grandes times paulistas – Palmeiras, Santos, Corinthians e São Paulo. “Não perca o amor pelos ídolos e o amor pelo esporte”, comentou o auxiliar. 

“Bruninho, eu sou um palmeirense de uma família de corintiano, joguei nos quatro grandes de São Paulo, consegui respeitar todas as camisas. Consigo entrar e sair nos quatro. Me solidarizo contigo, você tem seus ídolos, eu tive os meus. Qualquer esporte é mais do que ganhar e perder, bater recorde, a gente tem essa imagem dos valores agregados do esporte. Fui formado pelo esporte, meus pais tinham que trabalhar, fiquei muito tempo na rua. Não perca isso, esse amor pelos seus ídolos, pelo esporte, porque eu sou fruto de tudo isso. E a gente tem que procurar influenciar mais a sociedade por esses valores no esporte”, disse Sampaio. 

A onda de apoio de clubes e de jogadores a Bruninho acontece após enorme repercussão sobre o caso.  Assustado com a ira de torcedores, Bruninho gravou um vídeo pedindo desculpas pelo ocorrido e jurando seu amor ao Santos (já demonstrado em diversos posts em suas redes sociais). Ele ainda disse que devolveria a camisa depois de ter sido xingado. 

“Desculpa se alguém se ofendeu porque eu peguei a camisa do Jaílson, é que eu gosto muito dele. E também gosto do Weverton, que é da seleção brasileira. Eu não sou palmeirense. Eu fui em todos os jogos de 2019. E agora estou tentando recuperar esse tempo que não fui na Vila. Eu não sou palmeirense, eu sou santista. Eu sempre apoiei muito o Santos, nos momentos mais difíceis. Sempre estive junto com o Santos”, disse o garoto. 

Continua após a publicidade

O Santos intercedeu e convidou o garoto para assistir ao jogo contra o Red Bull Bragantino, nesta quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Vila Belmiro. Recentemente, Bruninho já havia ganhado de presenta uma camisa de Muriel, goleiro do Fluminense, após ´partida na Vila Belmiro. O clube carioca também se posicionou a favor do garoto

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Jogadores de futebol também saíram em defesa do garoto. Gabriel Barbosa, o Gabigol, cria do Santos e atualmente no Flamengo. “Bruninho, vou te mandar minha camisa. Você pode torcer para quem você quiser. O amor pelo futebol pode ser maior do que qualquer rivalidade. Que essa inocência e amor puro das crianças sempre prevaleçam entre nós!!”, escreveu o artilheiro rubro-negro. 

O atacante Diego Tardelli, do Santos, que recentemente também foi vítima da violência de alguns torcedores, também prestou solidariedade. “Meu amiguinho Bruninho, fica em paz e segue seu coração, infelizmente o MUNDO vai mal. Te espero amanhã”, escreveu.

Post de Diego Tardelli
Post de Diego Tardelli Instagram/Reprodução

Mais tarde, Neymar, outro ex-“menino da Vila” exaltou a postura do garoto. “Bruninho, você é gigante, menino. Que personalidade de fazer esse vídeo, coisa que nenhum babaca que te xingou tem coragem”, escreveu o craque do PSG e da seleção brasileira. “Onde vamos parar? É uma criança, uma criança que é fã do rival, qual o problema nisso?”, questionou Neymar.

Neymar fez post de apoio a Bruninho
Neymar fez post de apoio a Bruninho Instagram/Reprodução

Por fim, ninguém menos que Pelé, o ídolo máximo do clube, também prestou solidariedade a Bruninho ao repostar uma imagem na qual aparece ao lado de Vavá, seu parceiro de seleção e então jogador do Palmeiras. “Bruninho, você não precisa pedir desculpas por ser apaixonado por futebol. O nosso esporte é lindo, mas seria melhor se todos torcedores tivessem o seu coração. Como pode ver na foto, eu também tinha um ídolo que jogava no Palmeiras, viu? Seja sempre feliz!”, escreveu o Rei. 

View this post on Instagram

A post shared by Pelé (@pele)

 

Continua após a publicidade

Publicidade