CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Tite convoca seleção brasileira com Arthur, Martinelli e Arana; veja lista

Na reta final das Eliminatórias, Brasil enfrenta o Chile, em 24 de março, e a Bolívia, no dia 29; treinador chamou 25 jogadores

Por Da redação Atualizado em 11 mar 2022, 11h49 - Publicado em 11 mar 2022, 11h42

O técnico Tite anunciou nesta sexta-feira, 11, a lista dos 25 convocados da seleção brasileira para os jogos contra o Chile, em 24 de março, no Maracanã, e diante da Bolívia, no dia 29, na altitude de La Paz. As principais novidades em relação aos chamados habituais foram o lateral Guilherme Arana, do Atlético-MG, o volante Arthur, da Juventus, e o atacante Gabriel Martinelli, do Arsenal.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Entre as principais ausências, se destacam os nomes do lateral esquerdo Alex Sandro, da Juventus, do volante Gerson, do Olympique de Marselha, e dos atacantes Gabigol (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Atlético de Madri) e Roberto Firmino (Liverpool). Outro retorno importante foi o de Richarlison, atacante do Everton e destaque da campanha do ouro olímpico em 2021.

Confira a lista de convocados para os jogos contra Chile e Bolívia:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)

Laterais: Danilo (Juventus), Daniel Alves (Barcelona), Alex Telles (Manchester United) e Guilherme Arana (Atlético-MG)

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea), Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Gabriel Magalhães (Arsenal)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool), Arthur (Juventus), Bruno Guimarães (Newcastle), Fred (Manchester United), Philippe Coutinho (Aston Villa) e Lucas Paquetá (Lyon)

Continua após a publicidade

Atacantes: Neymar (PSG), Vinicius Júnior (Real Madrid), Antony (Ajax), Raphinha (Leeds), Rodrygo (Real Madrid), Richarlison (Everton) e Gabriel Martinelli (Arsenal)

Os jogos são válidos pela 17ª e 18ª rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas, competição da qual o Brasil é líder invicto, com 39 pontos. A seleção já está classificada para a Copa desde 11 de novembro, após vitória sobre a Colômbia. O pensamento do técnico é seguir com os últimos testes e ajustes visando o Mundial do Catar, que começa em 21 de novembro.

De fora da última convocação por ainda estar em fase final de recuperação de lesão no tornozelo, o atacante Neymar também voltou a ser convocado.

O jogador, por sinal, voltou a ser pivô de polêmicas após a eliminação do Paris Saint-Germain para o Real Madrid na última quarta-feira, 9, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Além de ter recebido notas baixas de jornais franceses como L’Equipe e Le Parisien, o camisa 10 ainda precisou desmentir um entrevero com o goleiro italiano Gianluigi Donnarumma, que cometeu grave falha no primeiro gol da equipe espanhola.

Pela seleção em 2021 foram seis gols em 13 partidas e muitas polêmicas -
Pela seleção em 2021 foram seis gols em 13 partidas e muitas polêmicas – Lucas Figueiredo/CBF/Divulgação

Até o início da Copa do Mundo, a seleção deve fazer três amistosos entre maio e junho e dois em setembro, com foco em seleções europeias. Tite e seus comandados ainda precisarão encarar a Argentina, em clássico foi adiado em setembro de 2021, em São Paulo, em razão de uma polêmica com a Anvisa.

A preparação para as partidas ocorrerá na Granja Comary, em Teresópolis. A programação oficial, contudo, ainda não foi oficialmente divulgada.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês