CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Timor Leste anula passaporte de 9 brasileiros ‘falsificados’

Jogadores nascidos no Brasil adulteraram documentos e atuaram pela seleção asiática entre 2014 e 2015

Por Da redação Atualizado em 21 out 2021, 01h23 - Publicado em 22 mar 2017, 12h06

O Ministério da Justiça do Timor Leste suspendeu os passaportes de nove jogadores brasileiros que defendiam a seleção nacional. O anúncio foi feito pela Confederação Asiática de Futebol (AFC), após ter recebido a confirmação do governo timorense por meio da embaixada do país na Malásia. Os atletas em questão são: Diogo Santos Rangel, Fellipe Bertoldo, Jairo Neto, Júnior Aparecido Guimaro de Souza (Juninho), Patrick Fabiano, Paulo César da Silva Martins, Paulo Helber, Ramon Saro e Rodrigo Souza Silva.

Seus passaportes foram considerados “nulos e sem efeito”, e os jogadores não poderão ser registrados em nenhuma competição sob a bandeira do Timor Leste, cuja seleção já havia sido proibida pela AFC de participar da Copa da Ásia de 2023 devido a um escândalo de documentos falsos envolvendo brasileiros.

As certidões de nascimento desses atletas indicavam que um de seus pais havia nascido no país asiático, o que lhes credenciaria para defender a seleção local. Contudo, os documentos eram falsos.

Atualmente, o Timor Leste ocupa a 194ª posição no Ranking da Fifa (de um total de 209 equipes) e já está fora da disputa por uma vaga na Copa do Mundo de 2018. Os nove brasileiros com passaportes suspensos defenderam a seleção timorense entre 2014 e 2015, mas não foram escalados nos últimos jogos por causa do escândalo.

(com ANSA)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês