CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Suspeita de fraude: Justiça divulga vídeo de prova de italiano de Suárez

Exame de cidadania ocorreu em setembro de 2020, quando atacante uruguaio negociava com a Juventus; escândalo derrubou reitora de universidade

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 20h01 - Publicado em 30 abr 2021, 13h58

O atacante uruguaio Luis Suárez, hoje no Atlético de Madri, teve divulgadas imagens de uma câmera escondida que registrou o exame de língua italiana realizado por ele em 17 de setembro do ano passado, na Universidade para Estrangeiros de Perugia, para a obtenção da cidadania italiana. O caso é investigado, desde então, por supostas fraudes e possíveis irregularidades.

Clique aqui e assine PLACAR com preço especial, a partir de 8,90 reais por mês!

A gravação tem quase 20 minutos de duração e comprova que o uruguaio possuía pouco conhecimento do idioma, o que levanta suspeitas pela certificação em nível intermediário. Na época, ele havia acabado de deixar o Barcelona e negociava com a Juventus, que preferia que ele não entrasse na cota específica para atletas estrangeiros.

Suárez teve dificuldades, por exemplo, para a conjugação de verbos e formular frases. Responsável pela aplicação da prova, o professor Lorenzo Rocca já tem acordo com a justiça italiana para a admissão de fraude. O juiz responsável também disse que Suárez confirmou ter tido acesso prévio ao conteúdo.

Segundo o magistrado, o jogador alegou ter recebido da professora Stefania Spina um arquivo com o texto do exame. A educadora está suspensa por oito meses e teve o recurso da punição revogado. O caso também afastou a reitora da instituição de Perugia, Giuliana Grego Bolli, que renunciou no último mês de dezembro.

O pedido de cidadania italiana se deu enquanto o jogador negociava com a Juventus. A intenção do clube de Turim era que Suárez não ocupasse uma vaga de estrangeiro no time, que já contava com as chegadas do brasileiro Arthur e do americano McKennie, dois extracomunitários. O uruguaio é casado com uma cidadã italiana e poderia obter a nacionalidade do país caso comprovasse conhecimento ao menos intermediário do idioma.

O fato de ter feito o teste de forma rápida gerou suspeitas. A procuradoria abriu investigação para encontrar irregularidades, desde então, e ainda pode denunciar criminalmente Suárez, o que acarretaria em multa, mas sem uma punição no âmbito esportivo. Pouco depois da confusão vir à tona, ele acertou sua ida para o Atlético de Madri.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês