CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Sul-Americana: Bahia se revolta com VAR – e com gafe da Conmebol

Bahia reclamou de dois gols anulados com auxílio do VAR. Após a partida, entidade confundiu o clube de Salvador com o Fortaleza, em suas redes sociais

Por Da Redação Atualizado em 28 set 2021, 16h34 - Publicado em 25 out 2018, 14h33

A noite de quarta-feira não foi nada boa para os torcedores do Bahia. Não bastasse a revolta com o VAR (árbitro assistente de vídeo, na sigla em inglês) na derrota para o Atlético-PR por 1 a 0, em Salvador, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, o clube ainda teve de aturar uma gafe da Conmebol. Mas se saiu de forma bem humorada, com ironia – e mais protestos contra a arbitragem.

No perfil oficial da competição no Facebook, a Conmebol confundiu o Bahia com o Fortaleza, atualmente na Série B. “Grande vitória do visitante Atlético Paranaense sobre o Fortaleza. A revanche será na próxima quarta-feira, valendo vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana”, publicou a confederação sul-americana.

O erro gerou ainda mais irritação no Bahia, que ironizou a entidade ao “confundi-la” com a confederação das Américas Central e do Norte: “Tem que ser uma fortaleza, mesmo, para aguentar tantos erros de arbitragem… Valeu, Concacaf”. Os baianos reclamaram de dois gols anulados pelo árbitro argentino Fernando Rapallini com auxílio do VAR.

O segundo jogo entre Bahia e Atlético-PR, pelas quartas de final da Sul-Americana, será na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena da Baixada, no Paraná. Os baianos precisam vencer por dois ou mais gols para avançar sem disputa de pênaltis, enquanto os paranaenses têm a vantagem do empate.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade