CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Sóbis se aposenta do futebol: relembre títulos e feitos do atacante

Com passagens marcantes por Internacional, Fluminense e Cruzeiro, atacante anunciou o adeus de surpresa, aos 36 anos, após vitória na Série B do Brasileiro

Por Da Redação Atualizado em 10 nov 2021, 10h06 - Publicado em 10 nov 2021, 09h14

A vitória por 2 a 0 do Cruzeiro sobre o Brusque, nesta terça-feira, 9, que praticamente decretou a permanência da equipe mineira na Série B do Campeonato Brasileiro, foi pano de fundo de uma declaração inesperada do atacante Rafael Sóbis. Emocionado, o camisa 10 anunciou que a partida foi, também, o último ato de sua carreira, a despedida definitiva do futebol aos 36 anos.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“O dia chegou, né. A vida é assim, o tempo passa, uns têm que sair para outros chegarem. Eu avisei que seria meu último jogo se a gente ganhasse, se tivesse tranquilidade [na partida]. Acabou, fica a história. Vou nascer para uma nova vida, e espero que o Cruzeiro volte o mais rápido possível. Vou continuar aqui, sempre torcendo”, afirmou Sóbis.

Revelado pelo Internacional, em 2004, Sóbis teve destaque nacional na campanha que levou o clube gaúcho ao vice-campeonato brasileiro do ano seguinte, sob o comando de Muricy Ramalho. Em 2006, com Abel Braga como treinador, foi protagonista no até então inédito título da Libertadores sobre o São Paulo. Na primeira decisão, no Morumbi, marcou os dois gols da vitória por 2 a 1.

O feito ficou ainda mais conhecido pela polêmica narração de Pedro Ernesto Denardin após o segundo gol na partida: “O Inter liquida o São Paulo, o Inter rasga camisa do São Paulo e pisa nela”.

Negociado ao fim da Libertadores com o Bétis, jogou duas temporadas com o clube espanhol até ir para o Al Jazira, dos Emirados Árabes, e retornar por empréstimo ao Internacional, em 2010. Neste mesmo ano, voltou a ajudar o clube a conquistar a sua segunda Libertadores.

Sóbis em ação pelo Fluminense -
Sóbis em ação pelo Fluminense – Celso Pupo/ Fotoarena/VEJA

Passou ainda pelo Fluminense, entre 2011 e 2014, onde conquistou o primeiro Campeonato Brasileiro da carreira, e pelo Cruzeiro, entre 2016 e 2018. Ainda voltou ao Internacional, em 2019, jogou no Ceará e voltou ao Cruzeiro em 2020. Também atuou fora do país pelo Tigres, do México.

Sóbis entrou no segundo tempo, aos 18 minutos, e quase marcou um gol do meio de campo. Ele foi ovacionado pela torcida e recebeu o reconhecimento de companheiros, sendo jogado aos ares, pela carreira. Ele também foi citado pelo Internacional como “um dos maiores da história”.

“Tive uma carreira muito vitoriosa. Não posso escolher só um momento [como destaque]. De ponta a ponta, só tenho a agradecer os lugares que morei, as camisas que vesti, as culturas que aprendi. Estou feliz pra caramba, encerrando com uma vitória para coroar um pouco”, explicou.

Sóbis durante a passagem pelo Tigres, do México -
Sóbis durante a passagem pelo Tigres, do México – Julio Cesar Aguilar/AFP

Na última temporada profissional, Sóbis fez 41 jogos, 30 deles como titular, e marcou somente três gols.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade