CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Sem Pedro, seleção olímpica convoca Richarlison para os Jogos de Tóquio

Atacante do Everton se juntará ao grupo de André Jardine assim que terminar sua participação na Copa América; Vinicius Jr. foi barrado pelo Real Madrid

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 23 set 2021, 19h01 - Publicado em 2 jul 2021, 17h33

Com dificuldades para fechar o grupo que buscará o bicampeonato, o técnico André Jardine anunciou na noite desta sexta-feira, 2, uma nova lista de convocados para os Jogos de Tóquio. O atacante Richarlison, do Everton, que está com a equipe adulta na disputa da Copa América, é o destaque. Ele ocupará a vaga de Pedro, que não foi liberado pelo Flamengo.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Da lista original, saíram Pedro, do Flamengo, Malcom, do Zenit, e Gerson, recém-contratado pelo Olympique de Marselha. O trio não foi liberado por seus respectivos clubes e deu lugar a Richarlison, Gabriel Martinelli (Arsenal) e Douglas Augusto (Paok).

Além deles, entraram na lista Abner (Athletico-PR), Reinier (Borussia Dortmund), Bruno Fuchs (CSKA) e Lucão (Vasco). Jardine tinha intenção de convocar Vinícius Junior, do Real Madrid, mas não conseguiu a liberação junto ao clube espanhol. A Olimpíada não faz parte do calendário das chamadas Datas Fifa e, por isso, os clubes não são obrigados a ceder seus atletas.

Antes mesmo de a convocação ser oficializada, a inclusão de Richarlison foi confirmada a PLACAR pelo estafe do atleta e por uma fonte ligada à CBF. A seleção olímpica já se apresentou na última quinta-feira, em São Paulo, mas ainda com diversos desfalques. Richarlison integrará o grupo quando terminar a participação do Brasil na Copa América. Nesta sexta, a equipe encara o Chile, pelas quartas de final, no Rio

Nesta semana, a Fifa anunciou a ampliação do número de inscritos por equipe de 18 para 22. Com o veterano Daniel Alves, do São Paulo, como sua principal estrela, a seleção olímpica estreia na competição no Japão dia 22, contra a Alemanha, numa reedição da última final. Enquanto os Jogos acontecem na Ásia, serão disputados jogos decisivos da Libertadores e da Copa do Brasil, além do Brasileirão.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade