ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Rodrygo, Pedri, Camavinga; quem são os finalistas a Golden Boy na Europa

Atacante do Real Madrid é o único brasileiro entre os 20 indicados para o prêmio de melhor jovem da temporada

Por Da Redação Atualizado em 15 out 2021, 13h50 - Publicado em 15 out 2021, 13h41

Tradicional no futebol europeu, o Golden Boy, premiação entregue desde 2003 pelo jornal italiano Tuttosport ao melhor jogador sub-21 da temporada, divulgou nesta sexta-feira, 15, os 20 finalistas da atual temporada. Entre os indicados, o único brasileiro é o atacante Rodrygo, do Real Madrid. Ele concorre com nomes como o francês Eduardo Camavinga, seu companheiro de clube, os espanhóis Gavi e Pedri, do Barcelona, e o inglês Bukayo Saka, do Arsenal. O vencedor será divulgado no dia 13 de dezembro, após votação de um júri composto por 40 jornalistas de portais europeus.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O troféu, que atualmente pertence ao norueguês Erling Haaland, do Borussia Dortmund, já passou pelas mãos de grandes nomes, tidos como promessas, como o francês Kylian Mbappé, vencedor em 2017, e o argentino Lionel Messi, em 2005.

Entre os brasileiros, foi conquistado somente por Alexandre Pato – que na época jogava no Milan, em 2009. Um dos finalistas é o atacante italiano Daniel Maldini, do clube italiano, filho do lendário ex-lateral Paolo Maldini.

Outros nomes são: Adeyemi (RB Salzburg), Bellingham (Borussia Dortmund), De Ketelaere (Club Brugge), Bryan Gil (Tottenham), Gravenberch (Ajax), Greenwood (Manchester United), Musiala (Bayern de Munique), Nuno Mendes (Paris Saint-Germain), Piccoli (Atalanta), Yéremi Pino (Villarreal), Reyna (Borussia Dortmund), Saliba (Bayern de Munique), Timber (Ajax) e Wirtz (Bayer Leverkusen).

Pedri, 18 anos, é titular da seleção principal da Espanha -
Pedri, 18 anos, é titular da seleção principal da Espanha – Aitor Alcalde/Focus Features

Rodrygo tem credenciais pouco animadoras na última temporada. Após um início arrasador entre 2019 e 2020, com sete gols em 26 jogos disputados, ele fez apenas dois gols em 33 partidas na temporada 2020/21, sendo titular em apenas 13 jogos.

Continua após a publicidade

Pedri, por sua vez, foi eleito o melhor jogador jovem da Euro e é a maior esperança atual para o futebol espanhol. Meio-campista de passe qualificado e aliado ao futebol moderno, já é comparado a grandes estrelas do esporte (o técnico Luis Enrique disse que nunca viu um jogador com tanta maturidade aos 18 anos, nem mesmo “Don Andrés Iniesta”.

Eliminado nas semifinais, o atleta acertou 91% dos passes que tentou, segundo o SofaScore. Titular absoluto do Barcelona, é um dos pilares da reconstrução do clube. Acertou renovação de contrato até 2026 com cláusula bilionária.

Gavi se livra da marcação de Emerson Palmieri em San Siro -
Gavi se livra da marcação de Emerson Palmieri em San Siro – Isabella Bonotto/Getty Images

Gavi é outro nome que surge com potencial, mas remotas chances de vencer. Com apenas 17 anos e oito jogos como profissional, se destacou no triunfo que deu à Espanha uma vaga na final da Nations League e acabou com uma invencibilidade de 37 partidas da seleção italiana, em Milão, no último dia 7.

O meio-campista do Barcelona tornou-se o jogador mais jovem a vestir a camisa da Fúria em um jogo oficial e, vestindo a camisa 9, teve uma atuação digna de elogios rasgados mundo afora na vitória por 2 a 1 em San Siro.

Vale dizer que o jornal italiano responsável pela divulgação dos prêmios também mantém uma enquete para que o público geral decida um “ganhador paralelo”.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade