CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Recordista de invencibilidade em seleções, Marchena se aposenta

Jogador ficou 57 jogos seguidos sem perder por sua seleção

Por Redação PLACAR 20 jan 2016, 17h20

Por anos, Garrincha sustentou um recorde incrível defendendo a Seleção Brasileira. Jogadores como Zidane, Xavi e Iniesta até chegaram perto, mas foi o zagueiro Carlos Marchena quem conseguiu quebrar a marca de jogos seguidos sem perder por uma seleção nacional. Nesta semana, o jogador se aposentou.

Marchena, 36 anos, nunca foi um craque, mas foi um bom zagueiro, seguro, que tornou-se importante para Valencia e seleção espanhola.

Começou sua carreira defendendo o Sevilla em 1997. Até 2000 ficou no clube, quando saiu na temporada seguinte para jogar pelo Benfica. Após um ano ótimo em Portugal, foi contratado pelo Valencia, em 2001. 

Pelo clube, ganhou tudo em sua carreira e chegou à seleção espanhola em 2002. Venceu dois espanhóis, uma Copa do Rei, uma Copa da Uefa e uma Supercopa da Europa, além de ser vice-campeão da Liga dos Campeões em 2001.

Ainda jogou no Villarreal de 2010 a 2012, no Deportivo La Coruña de 2012 a 2014 e no Kerala Blasters em 2015. Contudo, foi na seleção espanhola que conseguiu seu grande recorde na carreira.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Ao todo, foram 69 jogos e dois gols pela seleção. Além do título da Copa do Mundo de 2010, foi campeão europeu com seus país (2008), que defendeu até 2011. Desses 69 jogos, foram 54 vitórias, 12 empates e apenas três derrotas com a Espanha.

Da derrota para a Grécia, em 2003, até a derrota para a Argentina, em 2010, após a Copa do Mundo, foram 57 jogos de invencibilidade pela seleção principal. Marchena ainda perderia um terceiro jogo pela Espanha, contra Portugal, em 2010, em seu antepenúltimo jogo pelo time.

Com essa marca Marchena superou Garrincha, que ficou 49 jogos seguidos sem perder pelo Brasil em seu tempo.

Veja os recordistas de invencibilidade por uma seleção:

1° – Carlos Marchena – Espanha – 57 jogos2° – Garricnha – Brasil – 49 jogos3° – Zinedine Zidane – França – 39 jogos4° – Xavi Hernández – Espanha – 38 jogos5° – Julen Guerrero – Espanha – 37 jogos6° – Iniesta – Espanha – 36 jogos7° – David Silva – Espanha – 35 jogos

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês