CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Quem é Fábio Aurélio, o ex-jogador que tirou Neymar do sério

Ex-lateral com passagens por São Paulo, Valencia, Liverpool e seleção brasileira atualmente trabalha como agente de jovens atletas

Por Da redação Atualizado em 19 abr 2022, 11h08 - Publicado em 19 abr 2022, 10h29

Acostumado a críticas e elogios desde o início de sua carreira, Neymar inclui na última segunda-feira, 18, um inusitado nome à sua lista de desafetos: o ex-lateral-esquerdo brasileiro Fábio Aurélio. O craque do PSG se irritou com uma entrevista na qual o ex-jogador com passagens pro São Paulo, Valencia, Liverpool e seleção brasileira disse que “estaria decepcionado” com o andamento de sua carreira se fosse o camisa 10 da seleção. Neymar postou um print de seus títulos conquistados e disse que Fábio Aurélio estava falando m****.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Aposentado desde 2013, Fábio Aurélio, hoje com 42 anos, disse em entrevista ao site Goal que lamenta os rumos que a carreira de Neymar tomou.  “Eu sempre digo que se eu fosse ele, estaria muito decepcionado. As ambições que tem, e pela qualidade e talento que tem, o fato de nunca ter ganho uma Bola de Ouro parece errado”, disse. “Talvez algumas coisas sejam mais importantes para ele do que o futebol, não sei”.

Neymar ironiza ex-lateral Fábio Aurélio e posta suas conquistas na carreira -

Neymar, de 30 anos, acompanhou pouco da carreira do “Sr. Fábio Aurélio”, como o chamou em tom de deboche. Nascido em São Carlos (SP), Fábio Aurélio chegou ao Morumbi com 14 anos e integrou uma leva de revelações como Denílson, Fabiano e Edu Schimidt, hoje seu cunhado. Lateral de vocação ofensiva e chute forte, ganhou as primeiras chances em 1997, época em que brigava por posição com Serginho (uma concorrência que se estenderia à seleção brasileira).

Fábio Aurélio foi campeão paulista em 1998 na reserva. Depois, com a ida de Serginho para o Milan, assumiu o posto e foi importante na conquista do título Paulista de 2000. Era presença constante em seleções de base e ganhou também suas primeiras oportunidades na equipe principal. Veio, então, a chance de ir para a Europa, no Valencia, que vivia boa fase.

Na Espanha, Fábio Aurélio também fez sucesso. Chegou à final da Liga dos Campeões de 2001 e no ano seguinte conquistou o Campeonato Espanhol. Sua melhor fase se deu com a troca do técnico Hector Cúper e chegada de Rafa Benítez. Pelo Valencia, o brasileiro ainda conquistaria a Copa da Uefa, a Supercopa da Uefa e o Campeonato Espanhol de 2004, mas viveria também o drama das lesões graves, um dos problemas de sua carreira.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

A post shared by Fabio AR (@f.aurelio)

Indicado pelo próprio Benítez, trocou o Valencia pelo Liverpool em 2006. Em seis anos em Anfield, adquiriu respeito e carinho da torcida e conquistou dois títulos, uma Supercopa da Inglaterra e a a Copa da Liga Inglesa. Em 2012, Fábio Aurélio chegou ao Grêmio a pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo sob grande expectativa, mas um rompimento do ligamento cruzado do joelho, logo nos primeiros treinamentos, frustrou o sonho de voltar a brilhar no Brasil. Atormentado pelos problemas físicos, o lateral encerraria a carreira no ano seguinte, aos 34 anos.

View this post on Instagram

A post shared by Fabio AR (@f.aurelio)

Pela seleção brasileira, Fabio Aurélio disputou a Olimpíada de Sidney-2000 e, diante da sequência de lesões e forte concorrência, não conseguiu ter sequência na equipe adulta. Em 2009, quando vivia boa fase no Liverpool, chegou a ser convocado por Dunga, mas novamente os problemas físicos o impediram de estar no ciclo da Copa da África do Sul.

Aposentado dos gramados, Fábio Aurélio é atualmente sócio da NG Soccer, uma empresa de gerenciamento e consultoria de carreira de jogadores profissionais e agencia diversos jovens atletas de clubes grandes do Brasil e do exterior.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês