CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Quedas de Inter e Grêmio avivam ‘zebras’ da Copa do Brasil; relembre casos

Juazeirense, Afogados, Baraúnas, ASA, 15 de Novembro, Paulista e Santo André foram alguns dos que já protagonizaram incríveis façanhas na competição

Por Da redação Atualizado em 4 mar 2022, 12h04 - Publicado em 4 mar 2022, 11h32

As eliminações precoces e surpreendentes de Internacional e Grêmio nesta semana na Copa do Brasil causaram indignação entre colorados e gremistas, mas levaram ao delírio torcedores de outros clubes. Nas redes sociais, diversos memes circulam fazendo menções ao retorno das zebras na principal competição de mata-mata do país. PLACAR relembra algumas das principais deste século. Na atual edição, 16 visitantes (times com maior pontuação no ranking projetado pela CBF) já foram eliminados logo na primeira fase.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

2021: Cruzeiro x Juazeirense-BA

Juazeirense Serie C
Juazeirense tirou o Cruzeiro da última edição – Juazeirense/Facebook

Já amargando a Série B do Campeonato Brasileiro, a equipe mineira sucumbiu para o modesto Juazeirense, do interior da Bahia. Depois de vencer por 1 a 0 o primeiro jogo, no Mineirão, o Cruzeiro comandado por Felipe Conceição perdeu pelo mesmo placar no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro. Nos pênaltis, derrota por 3 a 2 e adeus precoce ainda na terceira fase da Copa do Brasil.

2020: Atlético Mineiro x Afogados-PE

Wallef, o goleiro de boné, foi o herói do Afogados - Reprodução/SporTV
Wallef, o goleiro de boné, foi o herói do Afogados – Reprodução/SporTV

O empate por 2 a 2 com o Afogados-PE no estádio Vianão, na cidade de Afogados da Ingazeira, foi seguido de uma inesperada eliminação nos pênaltis após 18 cobranças. A derrota rendeu piadas e causou uma revolução no Galo: demissões do técnico venezuelano Rafael Dudamel, do diretor executivo Rui Costa e do gerente de futebol Marques. No heroico triunfo do Afogados viralizou a imagem de Wallef, o goleiro de boné que teve atuação marcante na partida.

2009: Santos x CSA-AL

Mesmo com Neymar, Santos sucumbiu em 2009 -
Mesmo com Neymar, Santos sucumbiu em 2009 – Divulgação/Santos FC

Finalista do Campeonato Paulista de 2009, tudo parecia ir muito bem para o Santos até encontrar com o CSA-AL. Pensando na decisão com o Corinthians, o técnico Vagner Mancini poupou alguns titulares e viu o time sucumbir de forma surpreendente na Vila Belmiro. Derrota por 1 a 0, após empate sem gols no primeiro jogo, em Maceió. O gol dos alagoanos foi marcado pelo atacante Júnior Amorim. Vale dizer que o Peixe já contava com Paulo Henrique Ganso (conhecido como Paulo Henrique Lima) e Neymar, recém-promovido ao time principal.

2005: Vasco x Baraúnas-RN

Antes do Paulista surpreender o país e erguer a taça da campeão daquele ano, o Baraúnas pregou peças. Fez, primeiramente, América-MG e Vitória de vítimas, mas o triunfo mais relevante ocorreu em cima do Vasco de Romário. Pelas oitavas de final, o time potiguar fez 3 a 0 mesmo jogando em São Januário causando a demissão do técnico Joel Santana. O personagem da partida foi o atacante Cícero Ramalho, veterano de 40 anos que voltava visivelmente acima do peso após duas temporadas parado. A atuação decisiva de Ramalho deu a ele a alcunha de “Cícero Romário”.

Continua após a publicidade

2005: Fluminense x Paulista

Vitor e Réver comemoram o título do torneio em 2005 -
Vitor e Réver comemoram o título do torneio em 2005 – Paulista Futebol Clube/Facebook

A zebra aqui não foi só a vitória do Paulista sobre o Fluminense na decisão, mas toda a trajetória do time de Jundiaí no torneio. Após deixar Botafogo, Internacional e Cruzeiro para trás, a equipe do interior de São Paulo venceu o Flu de Abel Braga no primeiro jogo da final, em casa, por 2 a 0, e segurou um empate sem gols em São Januário na partida de volta. O título fez o técnico Vagner Mancini se credenciar como um dos principais nomes no mercado brasileiro, além de lançar jogadores como o zagueiro Réver, o volante Cristian e o meia Márcio Mossoró.

2004: Flamengo x Santo André

Nenhuma descrição de foto disponível.
Santo André faturo a Copa do Brasil de 2004 – EC Santo André/Facebook

Depois de surpreender o Palmeiras, o Santo André protagonizou uma maiores façanhas da história da Copa do Brasil na decisão diante do Flamengo. No primeiro jogo, um empate por 2 a 2 no ABC Paulista. Para a decisão diante do Flamengo, a equipe comandada por Péricles Chamusca surpreendeu e venceu por 2 a 0 em pleno Maracanã, com gols do atacante Sandro Gaúcho e do meia Élvis. A proeza virou um livro no último ano, escrito pelo jornalista Vladimir Bianchini, da ESPN: “Eles calaram o Maracanã”. Em um dos capítulos, os heróis contam que havia um palco armado com show programado da cantora Ivete Sangalo para ocorrer após o esperado título flamenguista.

2004: Vasco x 15 de Novembro-RS

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e grama
Mano era o rosto de um surpreendente time – Clube 15 de Novembro/Facebook

Comandado pelo então desconhecido técnico Mano Menezes, a equipe de Campo Bom ganhou holofotes logo na segunda fase da Copa do Brasil ao eliminar o Vasco, novamente em São Januário. Depois de um empate por 1 a 1 no sul do país, o time gaúcho venceu por 3 a 0 com dois gols de Dauri. Só foi parado por outra surpresa: o Santo André, na semifinal.

2002: Palmeiras x ASA-AL

Uma das zebras mais marcantes, que fez o Palmeiras sofrer por anos com piadas de rivais e colocou o time de Arapiraca no mapa do futebol brasileiro. O Verdão era comandado por Vanderlei Luxemburgo e tinha nomes vencedores como Marcos, Arce e Galeano, mas sucumbiu logo na primeira fase. O ASA venceu o primeiro jogo em casa por 1 a 0 e perdeu no Palestra Itália por 2 a 1, avançando pelo gol marcado como visitante. O sonho dos alagoanos durou pouco, porém: na fase seguinte, foram eliminados pelo Confiança, do Sergipe.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês