Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

PSG reativa ‘Operação Messi’; Guardiola diz que City está fora da disputa

Segundo diários europeus, craque argentino ficou chocado ao saber que não poderia renovar com o Barcelona, mas já abriu negociações com a equipe francesa

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 18h03 - Publicado em 6 ago 2021, 14h06

Quem vai ficar com Messi? Eis o grande questionamento no futebol mundial desde que o Barcelona surpreendentemente anunciou a saída de seu maior ídolo, alegando problemas financeiros. Segundo jornais espanhóis e franceses, já há um claro favorito: o Paris Saint-Germain do amigo Neymar. O Manchester City, por sua vez, se colocou fora da disputa (ao menos publicamente) nesta sexta-feira, 6.

O Le Parisien informou que o “clã” do craque argentino entrou em contato com o PSG para retomar a “Operação Messi”, que “deixou de ser uma ilusão”. Já o Marca, de Madri, ressaltou que, ainda que não se trate de uma negociação simples, “a musculatura econômica do PSG, com o Catar na retaguarda, não tem nada a ver com a crise atual do Barcelona” e que a fórmula será encontrada.

Durante suas férias, na costa espanhola, Messi se encontrou com diversos amigos que mantém no elenco do PSG, como Neymar, Ángel Di María e Leo Paredes. Àquela altura, porém, o argentino ainda acreditava que renovaria seu contrato com o Barcelona. O diário Mundo Deportivo informou que Messi ficou surpreso e “em choque” com a reviravolta.

O técnico Mauricio Pochettino, do PSG, não escondeu sua expectativa por poder contar com o compatriota. “O clube está trabalhando, estamos analisando todas as possibilidades e esta é uma delas.” Neymar estaria trabalhando nos bastidores para terminar de convencer o amigo, ainda que este não seja o maior dos problemas. Para ter Messi, o PSG precisaria refazer sua engenharia financeira – e driblar o fair play financeiro, o que não seria uma novidade. É possível que, para acomodar mais uma estrela milionária, precise abrir mão de Kylian Mbappé, que interessa ao Real Madrid.

O Manchester City, que também desfruta de considerável injeção de dinheiro árabe, se colocou fora da disputa. Nesta sexta, o técnico Pep Guardiola citou a contratação de Jack Grealish, a quem deu respaldo total. Mas deu a entender que ficou frustrado com a novidade. “Apostamos por Jack Grealish, ele usará a camisa 10 e confiamos nele…. e pensamos que Messi ficaria no Barcelona. Neste momento, ele não está em nossos planos.”

Messi ainda não se pronunciou sobre a saída do único time que defendeu profissionalmente. Revelado nas categorias de base do Newell’s Old Boys, seu clube do coração em Rosário, o argentino chegou ao Camp Nou aos 13 anos e estreou na equipe principal em 2005. É o maior artilheiro da história do clube com 627 gols e, entre vários outros troféus, conquistou quatro Ligas dos Campeões, três Mundiais de Clubes e 10 ligas espanholas.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade