CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

PSG e Istanbul abandonam campo acusando quarto árbitro de racismo

Ofensa ao camaronês Pierre Webó, da comissão técnica do clube turco, levou as duas equipes a deixarem o gramado em um ato histórico em Paris

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 20h46 - Publicado em 8 dez 2020, 17h56

O Parque dos Príncipes, em Paris, foi palco de um momento histórico nesta terça-feira, 8. Os atletas de PSG e Istanbul Basaksehir, que se enfrentaram pela última rodada da Liga dos Campeões, abandonaram o campo no primeiro tempo alegando que o quarto árbitro romeno Sebastian Colţescu cometeu um ato racista contra o camaronês Pierre Webó, ex-atacante e membro da comissão técnica do clube turco.

Aos 13 minutos, o atacante senegalês Demba Ba, do Istambul, ficou indignado com as palavras dirigidas por Coltescu ao colega e foi tirar satisfações. O jogador com passagens pelo Chelsea foi expulso pelo árbitro Ovidiu Hategan, o que causou ainda mais confusão. Os atletas do PSG apoiaram a decisão do time turco e também optaram por deixar o gramado.

“Me escute. Você nunca diz ‘este cara branco’, diz apenas ‘este cara’. Então por que ao mencionar um preto, tem de dizer ‘este cara preto’?”questionou Demba Ba.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Ba recebeu o apoio dos adversários. “Não vamos jogar. Não podemos jogar. Com esse cara (quarto árbitro) aqui, não vamos jogar”, afirmou o francês Kylian Mbappé, um dos destaques do PSG, em áudio captado pela transmissão. 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Nas redes sociais, o Istanbul compartilhou uma mensagem da campanha da Uefa de combate ao racismo. A mensagem foi compartilhada por todos os rivais do clube turco e também pelo PSG.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Em setembro, Neymar, do clube francês, acusou o espanhol Álvaro Rodríguez de de racismo. O brasileiro disse ter sido chamado de macaco, mas as investigações da federação francesa terminaram sem punição por falta de provas. Nesta terça, após o ocorrido, ele usou as redes sociais para apoiar o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

A Uefa informou que, com aprovação das equipes, o jogo será reiniciado de onde parou, com outra equipe de arbitragem, na quarta-feira. Pelo mesmo grupo, o RB Leipzig venceu o Manchester United por 3 a 2 e se classificou às oitavas de final, eliminando a tradicional equipe inglesa. Se vencer o Istanbul, o PSG, já classificado, ultrapassará a equipe alemã e terminará em primeiro na chave.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

MELHOR
OFERTA

Digital no App