CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Presidente se afasta após suspeita de manipulação na Copinha

Áudios com suposto envolvimento de Sidney Araújo, presidente do clube sergipano Estanciano, e mais quatro jogadores circulam nas redes sociais

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 20 out 2021, 17h24 - Publicado em 9 jan 2018, 11h54

Sidney Araújo, presidente do Estanciano, de Sergipe, pediu afastamento do cargo nesta segunda-feira após denúncia de manipulação de resultado na Copa São Paulo. Áudios com suposto envolvimento do dirigente, além de quatro jogadores do time e de um suposto representante de empresários chineses circularam na cidade de Itapira (SP), onde o clube disputa o Grupo 19 da competição de base com o seu time sub-19.

Os empresários teriam oferecido 7.000 reais ao treinador Ricardo Pereira para que o time perdesse o jogo de estreia contra o Itapirense. O Estanciano receberia também 30.000 reais no acordo. Na véspera do jogo contra o Fortaleza, no último domingo, pela segunda rodada, Ricardo Pereira deixou a equipe, alegando que não entraria no esquema — o auxiliar Viola assumiu o cargo às pressas.

O clube sergipano está eliminado do torneio após perder o jogo de estreia para o Itapirense por 3 a 2 e, depois, para o Fortaleza pelo mesmo placar. O presidente informou o afastamento em nota oficial divulgada nas redes sociais e entregue ao Conselho Deliberativo do clube. O vice-presidente José Welligton assume o cargo. Sidney Araújo diz que pretende “demonstrar quem são os verdadeiros culpados pelas falsas denúncias e quem são os verdadeiros corruptos envolvidos nos fatos ocorridos na cidade de Itapira, durante a Copa São Paulo”.

Sidney Araújo
Sidney Araújo deixou o vice no comando do Estanciano TV Sergipe/Reprodução
Publicidade