CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Presidente do Barcelona: “Se Neymar quiser ir, é só pagar”

Resignado, Josep Maria Bartomeu já admite perder o jogador. O PSG é o clube disposto a pagar os 222 milhões de euros da multa rescisória

Por Alexandre Senechal Atualizado em 20 out 2021, 21h46 - Publicado em 29 jul 2017, 13h14

A saída de Neymar do Barcelona parece se tornar cada vez mais realidade. Na noite deste sábado, o presidente do clube Josep Maria Bartomeu admitiu, em entrevista para a ESPN Deportes, que o jogador pode deixar o clube se quiser. Basta que o Paris Saint Germain pague a multa rescisória de 222 milhões de euros (cerca de R$ 818 milhões).

“O futebol tem cláusulas de rescisão de contrato. Se ele quiser ir, sabe que é só pagar e ele pode ir para outra equipe”, disse tranquilamente Bartomeu. “Mas a ambição do clube e do técnico é que ele siga”, completou.

O dirigente revelou que não teve nenhuma conversa com o jogador da seleção brasileira sobre sua saída ou não do Barcelona e evitou falar em reforços para o lugar do atacante. “Não digo nomes, mas a substituição seria a altura”.

A declaração aconteceu um dia depois da briga do brasileiro com o lateral Nélson Semedo, recém-contratado pelo clube junto ao Benfica, durante um treinamento. Segundo alguns veículos europeus, Neymar teria comunicado aos companheiros mais próximos que iria mesmo aceitar a proposta do PSG logo depois da confusão.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês