CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Players’ Tribune: o emocionante relato dos sobreviventes da Chape

Com riqueza de detalhes, Neto, Jakson Follmann e Alan Ruschel recordam o drama vivido na mata colombiana na tragédia que matou 71 pessoas

Por Da redação Atualizado em 20 out 2021, 20h51 - Publicado em 23 ago 2017, 13h12

Neto, Jakson Follmann e Alan Ruschel, os três jogadores da Chapecoense que sobreviveram à queda do avião que levava a equipe para a disputa da final da Copa Sul-americana na Colômbia, recordaram, em detalhes, o drama vivido por eles na madrugada de 29 de novembro de 2016. O depoimento foi publicado nesta quarta-feira pelo site The Players’ Tribune, espaço dedicado a estrelas do esporte mundial, para expressar seus sentimentos, planos e conquistas. 

Além de texto e imagens, como são habituais nos depoimentos do The Players’ Tribune, os relatos de Neto, Follman e Ruschel foram compilados em vídeo. Nove meses após a tragédia que matou 71 pessoas, os sobreviventes relatam com maior riqueza de detalhes o que ocorreu na mata colombiana. Confira, abaixo, alguns dos trechos mais fortes e o vídeo:

A parte mais difícil foi ouvir os meus amigos pedindo por ajuda, e eu não podendo fazer nada a respeito, pois não podia me levantar. Estava tão escuro que eu não via ninguém. Eu acordava e então apagava. Não me lembro por quanto tempo fiquei acordado. Em algum momento, eu vi um flash de luz na mata. Havia pessoas gritando, ‘Policia Nacional, Policia Nacional!’ Quando a polícia chegou lá, algumas pessoas não estavam gritando mais. Ou suas vozes estavam muito fracas. Foi um momento muito, muito triste

Jakson Follman

Eu sonhei que iria acontecer. Poucos dias antes de nós partirmos para a primeira das finais da Copa Sulamericana na Colômbia, eu tive um pesadelo terrível. Quando eu acordei, contei para a minha mulher que eu estava em um acidente de avião. Eu estava na aeronave à noite e chovia bastante. Então o avião desligou. E caiu dos céus. Mas, de alguma forma, eu consegui me levantar dos destroços. Eu saí e estava numa montanha à noite. Estava tudo escuro. É tudo que eu me lembrei.

Continua após a publicidade

Neto

Meu pai diz que quando eu acordei no hospital a primeira coisa que eu falei para ele foi ‘Aconteceu de verdade?’. Ele, seguindo a recomendação do médico, disse apenas: ‘O avião teve de fazer um voo de emergência, mas você, Neto e o Follmann estão OK’. Naquele momento, pensava que nós éramos os únicos tínhamos nos ferido e que o jogo seria no dia seguinte. No dia seguinte, mais médicos chegaram, e eles vieram conversar comigo. Eles me contaram que o avião na verdade tinha caído e que apenas seis pessoas sobreviveram. Eu, Jackson, Neto, um jornalista e dois membros da tripulação. Foi quando meu mundo caiu.

Alan Ruschel

Veja o vídeo completo do relato:

Clique aqui e leia o texto do The Player’s Tribune na íntegra

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês