Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

PLACAR lança o guia do Brasileirão 2021

Edição de junho já está disponível nas plataformas digitais e chega às bancas no próximo dia 18

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h26 - Publicado em 9 jun 2021, 17h54

O Campeonato Brasileiro de 2021 já começou e a partir desta quarta-feira, 9, nossos leitores podem devorar o guia PLACAR da competição e assim manter uma das principais tradições de nossos mais de 50 anos de história. A revista digital já está disponível para dispositivos iOS e também Android e a versão impressa chega às bancas de todo o país a partir do dia 18.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Como de costume, o guia contém uma apresentação de todas as equipes participantes, tanto da Série A quanto da cada vez mais disputada Série B, com seus respectivos destaques e treinadores, histórico na competição, entre outras informações. Um clássico querido pelos leitores, a tabela completa está de volta, com o resultado dos primeiros jogos já preenchido.

Almanaque do Brasileirão 2021
Guia do Brasileirão 2021 PLACAR/Reprodução

Há uma novidade: na busca por se adequar à era digital, na qual informações simples como a data e local de nascimento dos atletas estão ao alcance de um clique, PLACAR decidiu retirar as fichas completas em nome de uma nova formatação, com mais dados históricos, curiosidades e informações de almanaque, sempre relacionado ao clube em questão.

Confira a carta ao leitor desta edição e boa leitura:

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Obrigado, Milton

Carta ao leitor da PLACAR de junho
. PLACAR/Reprodução

PLACAR só existe por causa do vascaíno de levar a cruz de malta no peito, o carioca Milton Coelho da Graça. Foi ele quem, em 31 de dezembro de 1970, no fim do primeiro ano da revista, bateu o pé para que ela não parasse de circular. Chamado a uma reunião de direção da Editora Abril, na qual seria sacramentado o triste desfecho, ele pediu a palavra e venceu o jogo na prorrogação. Quem relata o que houve é Carlos Maranhão, no excelente livro Roberto Civita — O Dono da Banca.

“Milton, que, como se contou, militava no PCB, foi ao encontro no 6º andar do prédio da marginal do Tietê, pediu a palavra e, para a perplexidade dos presentes, citou a intervenção de um delegado argentino no congresso do Partido Comunista Chinês realizado em 1954. Segundo Milton, o delegado afirmara na presença do líder Mao Tsé-tung que os comunistas latino americanos, como já tinham cometido todos os erros possíveis e imagináveis, dali em diante só poderiam acertar. ‘Com a PLACAR, é a mesma coisa’, comparou.

‘Errou tudo o que tinha de errar e agora chegou o momento de trilhar a direção correta.’ Os diretores da empresa se entreolharam, sem entender o que uma coisa tinha a ver com a outra, muito menos se aquilo acontecera mesmo. Mas Victor Civita, que presidia a reunião, impressionado com a citação ou mais preocupado em ir logo embora para comemorar o Ano-Novo, decidiu que talvez fosse o caso de dar uma sobrevida à revista.” Mais de cinquenta anos depois, aqui estamos, todos os meses e diariamente no site e nas redes sociais — errando de vez em quando. Milton morreu em 29 de maio, aos 90 anos.

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade