CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Paquetá decide de novo, Brasil bate Peru e chega à final da Copa América

Meia do Lyon marcou o gol da vitória por 1 a 0, no Rio; Adversário da decisão no próximo sábado, no Maracanã, será Argentina ou Colômbia

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 18h58 - Publicado em 5 jul 2021, 21h56

Em busca de seu décimo título, a seleção brasileira confirmou o favoritismo e se classificou à final da Copa América ao bater o Peru por 1 a 0 nesta segunda-feira, 5, no Estádio Nilton Santos, no Rio. O meia Lucas Paquetá, que ganhou a titularidade após marcar contra o Chile na última partida, voltou a balançar as redes e foi o destaque do jogo, ao lado de Neymar. O adversário na final, que acontece no próximo sábado, 10, no Maracanã, sai do duelo de terça-feira, 6, entre Argentina e Colômbia, em Brasília.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Sem Gabriel Jesus, suspenso após expulsão diante dos chilenos, Tite optou pela entrada de Everton Cebolinha e também inclui Paquetá na vaga de Roberto Firmino para a reedição da última final, vencida há dois anos pelo Brasil. O meia canhoto do Lyon teve mais uma atuação de destaque e demonstrou enorme conexão com Neymar.

Mesmo com o péssimo estado do gramado, o ataque brasileiro fez ótimas triangulações e só não terminou a primeira etapa em vantagem maior, pois o goleiro Gallese fez ótimas defesas. O volante Casemiro se aventurou ao ataque mais do que de costume e levou perigo em dois chutes de fora da área defendidos pelo arqueiro peruano. Aos 18 minutos, em boa trama, Gallese fez uma linda sequência de defesas após finalizações de Neymar e Richarlison.

Com Paquetá centralizado, Neymar atuou mais aberto pela esquerda desta vez e teve mais uma atuação decisiva. O gol de Paquetá, aos 34 minutos, saiu após passe de Richarlison para o camisa 10, que encarou três marcadores, corrigiu os problemas para carregar a bola no gramado ruim e ainda aplicou uma caneta em Callens antes de rolar para trás para o meia revelado pelo Flamengo marcar. Foi a quarta assistência de Neymar na competição, empatando no quesito com Lionel Messi.

Acuado na primeira etapa, a seleção peruana melhorou na volta do intervalo, quando o técnico Ricardo Gareca mandou a campo Marcos López e Razel García. O atacante Gianluca Lapadula, nascido na Itália e naturalizado peruano, levou perigo em jogada individual que terminou em bonita defesa de Ederson. O goleiro do Manchester City agradou Tite nos últimos testes e ganhou a posição de Alisson.

O Brasil respondeu com Neymar em chute forte de esquerda, que passou sobre o travessão. Em situação incômoda no jogo, Tite sacou Everton Cebolinha para a entrada de Everton Ribeiro. Aos 5 minutos, Richarlison recebeu lançamento de Neymar e caiu na área após dividida com Corzo. O brasileiro pediu pênalti, mas o árbitro chileno Roberto Tobar mandou seguir.

Nos minutos finais, Tite sacou Renan Lodi, Richarlison e Fred e mandou a campo Fabinho, Eder Militão e Vinicius Júnior. No fim, Paquetá ainda saiu com dores para a entrada de Douglas Luiz. O Peru tentou pressionar, mas o Brasil terminou mais um jogo sem ser vazado.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade