CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Opinião: O grande gesto de Rodrigo Caio no clássico

Zagueiro do São Paulo corrigiu falha do juiz e impediu que rival levasse cartão amarelo

Por Lucas Mello Atualizado em 21 out 2021, 00h41 - Publicado em 16 abr 2017, 20h50

Aos 39 minutos da primeira etapa do clássico entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi, na primeira partida semifinal do Campeonato Paulista, o zagueiro Rodrigo Caio, do time da casa, teve um gesto grandioso, um exemplo para torcedores e jogadores do mundo todo. Naquele momento do jogo, o atacante Jô, do rival Corinthians, recebera um cartão amarelo injusto, que foi corrigido pelo são-paulino.

Em uma jogada no ataque corintiano, Jô foi para uma disputa com Rodrigo Caio e o goleiro do São Paulo, Renan Ribeiro, que levou um toque e ficou se contorcendo no chão. O toque, no entanto, foi dado pelo zagueiro são-paulino e não pelo atacante corintiano. Sem ver isso, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira acabou aplicando cartão amarelo para o atacante corintiano, que ficaria suspenso do jogo da volta, por estar pendurado.

Neste momento, mesmo perdendo por 1 x 0, com gol do próprio , Rodrigo Caio avisou o árbitro que fora ele que pisara em seu companheiro, sem querer. O cartão era equivocado. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira retirou o cartão de Jô e aplaudiu o zagueiro por sua atitude.

Em um gesto de fair play, Rodrigo Caio mostrou que o jogo pode ser justo, mesmo em um clássico contra o maior rival.

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade