CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

O mundo discute PSG ou Barça… E Neymar brinca nas redes

Jogador fez mistério antes de anunciar que retornaria aos treinos do clube catalão, enquanto define se vai ou não jogar na capital francesa

Por Da redação Atualizado em 20 out 2021, 21h40 - Publicado em 1 ago 2017, 11h36

Se há alguém no mundo que parece não estar preocupado com a maior transação da história do futebol, que incluiria mordomias sem fim e um salário de fazer inveja a um astro de rock, é o próprio Neymar. Enquanto a novela de sua provável ida ao Paris Saint-Germain segue a todo vapor, o maior craque brasileiro vem cumprindo compromissos publicitários e curtindo o tempo livre ao lado dos inseparáveis “parças”. Nesta terça-feira, Neymar caprichou nos filtros das redes sociais e tentou confundir a imprensa internacional sobre seu próximo destino. Depois, anunciou que retornaria aos treinos do Barcelona, enquanto define sua situação.

Nesta terça, o jornal catalão Mundo Deportivo noticiou que o jogador viajaria de Dubai ao Brasil para refletir, com calma, sobre seu destino. Neymar, então, gravou um vídeo em tom de deboche ao lado dos inseparáveis amigos, que leva por todo o planeta: “Partiu, Brasil!”, gritou, às gargalhadas. Depois, postou uma foto com “filtro de cachorrinho”, com emoticon de avião e a bandeira da Espanha, confirmando que retornaria a Barcelona, conforme combinado com o clube catalão. Ele é aguardado para o treino de quarta-feira.

Neymar não deu declaração sobre seu futuro. Em seu lugar, falaram diversos líderes do elenco do Barcelona, que não esconderam o incômodo. “Gostaria que a situação fosse distinta, que não se falasse tanto e exclusivamente dele… mas há uma mão única, que no caso é Ney, e é uma decisão pessoal dele se pronunciar ou não”, disse o espanhol Andrés Iniesta, uma figura de personalidade totalmente oposta – mesmo quando era jovem, já demonstrava muita maturidade –, ainda durante a excursão pelos Estados Unidos.

“Acreditamos que quanto mais rápido se resolva a situação, melhor, tanto para nós quanto para ele. Não sei, mas logo mais ele dará suas explicações e nós, como companheiros, vamos apoiar sua decisão”, disse o uruguaio Luis Suárez, um de seus amigos ainda na sexta-feira passada, quando Neymar brigou com um colega no treino. Todos defendem a permanência de Neymar e os mais chegados como Suárez, Lionel Messi e Gerard Piqué tentaram convencer o craque a recusar a proposta do PSG. No entanto, o silêncio de Neymar causa incômodo, ainda mais depois de uma pré-temporada de ótimos resultados no início do trabalho do técnico Ernesto Valverde – vitórias sobre Juventus, Manchester United e Real Madrid (todas com atuação decisiva de Neymar, por sinal).

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês