CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Neymar sai machucado e vira dúvida; Weverton será titular contra Coreia

Vinicius Júnior e Coutinho treinaram na vaga do camisa 10; Tite reintegrou Casemiro no posto que vinha sendo ocupado por Bruno Guimarães em Seul

Por Da redação Atualizado em 1 jun 2022, 17h58 - Publicado em 1 jun 2022, 08h32

A seleção brasileira poderá ter um importante desfalque no amistoso de quinta-feira, 2, diante da Coreia do Sul, em Seul. Neymar se machucou em treino desta quarta-feira, 1º de junho, e virou dúvida na escalação de Tite. Já o goleiro Weverton, do Palmeiras, foi confirmado na vaga de Ederson, lesionado, enquanto o titular Alisson será preservado dias depois da final da Liga dos Campeões pelo Liverpool.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca

Neymar se lesionou durante o treino entre titulares e reservas, em uma disputa de bola com Danilo e Léo Ortiz. O jogador do PSG imediatamente deixou o gramado se queixando de dores no pé direito, o mesmo que lesionou às vésperas do Mundial da Rússia. O camisa 10 recebeu atendimento do médico Rodrigo Lasmar e saiu mancando.

“Neymar sofreu um trauma no pé direito, um pisão. Apresentou um inchaço importante, não conseguiu continuar no treino, e iniciamos o tratamento. Ele está em observação, vamos ver como vai responder nas próximas horas”, afirmou o médico Lasmar ao portal Ge. “Temos um tempo curto, mas que vamos usar para que ele possa se recuperar. Vai ser feita uma avaliação mais detalhada e vamos contar com o tempo para definir a presença dele no jogo.”

O atacante Vinicius Júnior entrou na equipe na vaga de Neymar e depois foi substituído por Philippe Coutinho. O tecnico Tite disse que o atacante do Real Madrid, herói com o gol do título da Liga dos Campeões, seria a primeira opção para a vaga de Neymar, mas que vai avaliar as condições físicas do atleta de 21 anos.

O técnico confirmou a entrada do goleiro Weverton no titular e surpreendeu ao sacar Bruno Guimarães, que vinha treinado entre os titulares, para o retorno de Casemiro. Tite explicou que, a princípio, nenhum dos seis jogadores que disputaram a final da Champions (Alisson, Fabinho, Eder Militão, Casemiro, Vinicius Junior e Rodrygo) iria para o jogo, mas que mudou de ideia após conversa com o volante do Real Madrid. Militão teve suspeita de Covid-19 e ainda não se juntou ao grupo.

O Brasil deve ir a campo contra a Coreia, na quinta, em jogo que começa às 8h (de Brasília) com: Weverton, Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Silva; Casemiro, Fred e Neymar (Philippe Coutinho ou Vini Júnior); Raphinha, Richarlison e Lucas Paquetá.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês