ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Neymar retruca críticos sobre atuação e nega estar acima do peso

Atacante defendeu a atuação do time, exaltando a sétima vitória seguida nas Eliminatórias, e ironizou questionamentos direcionados a sua atual forma física

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 17h21 - Publicado em 3 set 2021, 10h10

O atacante Neymar, que teve atuação apagada na vitória por 1 a 0 da seleção brasileira sobre o Chile, nesta quinta-feira, 2, em Santiago, não gostou das críticas direcionadas ao desempenho da equipe do técnico Tite. O jogador destacou a nova vitória, a sétima consecutiva nas Eliminatórias da Copa de 2022, e aproveitou para ironizar sobre questionamentos direcionados a sua atual forma física.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Neymar respondeu aos críticos nos Stories do Instagram -
Neymar respondeu aos críticos nos Stories do Instagram – Reprodução/Instagram

“Jogamos bem? Não! Ganhamos? Sim! Então f… Segue o baile. Seguimos fazendo história”, afirmou o camisa 10, por meio de suas redes sociais.

Durante o jogo, segundo o Sofascore, Neymar foi o jogador que mais errou passes: nove de 42, além de ter falhado em jogadas que usualmente não tem dificuldades. Ao todo, foram 28 bolas perdidas.

Após o vice-campeonato da Copa América, em 10 de julho , ele recebeu férias do Paris Saint-Germain e só realizou a primeira partida na atual temporada no último domingo, 29, na vitória por 2 a 0 dos parisienses contra o Reims. O time já realizou quatro jogos pelo Campeonato Francês.

“Camisa era G. Tô no meu peso já. Próximo jogo peço camisa M”, escreveu, ironizando críticas de que estaria acima do peso.

A vitória brasileira foi construída depois de um primeiro tempo sonolento, com um gol de oportunismo no meio-campista Everton Ribeiro, do Flamengo. Depois, a equipe do técnico Tite passou a administrar a vantagem.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O treinador teve apenas dois dias de treinamentos com um elenco completamente modificado pelo veto da Premier League, que não liberou que atletas sul-americanos pudessem viajar para atuar por suas seleções, em razão dos protocolos de combate à Covid-19.

Ao todo, nove jogadores não puderam se apresentar: os goleiros Alisson (Liverpool) e Ederson (Manchester City), o zagueiro Thiago Silva (Chelsea), os volantes Fabinho (Liverpool) e Fred (Manchester United), além dos atacantes Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City) e Raphinha (Leeds United).

A agenda da seleção segue com mais duas partidas no país: a Argentina, no dia 5, na Neo Química Arena, em São Paulo, e o Peru, o dia 9, na Arena Pernambuco, em Recife. A rodada pode encaminhar a classificação da seleção para a Copa de 2022. Até aqui, 100% de aproveitamento: 21 pontos somados, 17 gols marcados e somente dois sofridos.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade