ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Morre Brandãozinho, campeão da Copa Rio de 1951 pelo Palmeiras

Ex-ponta faleceu aos 90 anos de causas naturais; ele era o último remanescente vivo da conquista considerada pelo clube como a maior de sua história

Por Da Redação Atualizado em 25 nov 2021, 10h19 - Publicado em 5 jan 2021, 14h18

Morreu na manhã desta terça-feira, 5, o ex-ponta esquerda José Carlos Silveira Braga, o Brandãozinho, último remanescente vivo entre os campeões da Copa Rio de 1951 com o Palmeiras, no Maracanã.

Brandãozinho tinha 90 anos e faleceu de causas naturais em Boa Esperança do Sul, no interior paulista, sua cidade natal. Era casado com Andree Suzanne Braga e não deixa filhos.

A despedida será sem velório devido às restrições impostas pela prevenção a Covid-19. Enquanto jogador do clube, atuou em 29 partidas e marcou 11 gols, entre 1950 e 1952. Também vestiu as camisas do Santos, Jabaquara, além de Monaco e Nice, ambos da França.

O clube alviverde se despediu do ex-jogador pelas redes sociais citando Brandãozinho como responsável direto pela “maior conquista da história do Palmeiras”, considerada pela agremiação como um título mundial. Brandãozinho tinha 21 anos e foi reserva nas partidas contra a Juventus, da Itália (vitória por 1 a 0 e empate em 2 a 2), no Maracanã.

De luto, o clube faz nesta terça o primeiro jogo das semifinais da Libertadores, contra o River Plate, às 21h30 (de Brasília), no estádio Libertadores da América. A partida da volta acontecerá no dia 12, no Allianz Parque.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade