CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Memória: os melhores gringos do futebol brasileiro

É possível montar duas seleções, e PLACAR promove um tira-teima em cada posição

Por Fernando Beagá Atualizado em 21 out 2021, 01h00 - Publicado em 4 abr 2017, 17h43

A Série A do Campeonato Brasileiro de 2017 terá mais de 60 jogadores estrangeiros. Alguns já consagrados, como o são-paulino Lugano e o flamenguista Guerrero, mas a maioria buscando espaço no futebol mais rico da América do Sul. Foram tantos os forasteiros inesquecíveis por aqui que seria impossível escolher apenas 11. PLACAR propõe, então, um coletivo (tradicional treino entre titulares e reservas) dos sonhos. Você escolhe.

Goleiro

Poy x Rodolfo Rodríguez

O argentino Poy defendeu o São Paulo em mais de 500 jogos e foi tricampeão paulista (1949/53/57). O uruguaio Rodolfo, que impressionou pela elasticidade, jogou por Santos, Portuguesa e Bahia nos anos 80 e 90.

Lateral-direito

Arce x Pablo Forlán

Perito em assistências, o paraguaio Arce tornou-se ídolo de Grêmio e Palmeiras, ganhando uma Libertadores por cada um. O uruguaio Forlán chegou consagrado do Peñarol para ajudar o São Paulo a quebrar um jejum de títulos e ganhou três Estaduais nos anos 70. (fotos: Alexandre Battibugli/PLACAR e Lemyr Martins/PLACAR)

Zagueiro

De León x Figueroa

Covardia esse Gre-Nal… O uruguaio De León foi o capitão das maiores conquistas da história do Grêmio, em 1983. O chileno Figueroa, frequentemente considerado o maior zagueiro sul-americano da história, é ícone do bicampeonato brasileiro do Internacional. (1975/76)

Zagueiro

Gamarra x Lugano

Paraguaio que impressionou o mundo na Copa de 1998, Gamarra colecionou títulos por Internacional, Corinthians e Flamengo. O uruguaio Lugano foi um dos líderes do São Paulo campeão continental e mundial em 2005. (fotos: Pisco Del Gaiso/PLACAR e Renato Pizzutto/PLACAR)

Lateral-esquerdo

Cincunegui x Sorín

Agora um duelo mineiro. O uruguaio, que defendeu o Atlético entre 1968 e 1973, destacou-se pela raça e a marcação implacável. O argentino Sorín, campeão da Copa do Brasil de 2000 pelo Cruzeiro, era forte no apoio ao ataque.

Volante

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Guiñazu x Rincón

Dois colecionadores de troféus. O combativo paraguaio pelo Internacional, o técnico colombiano pelo Corinthians. Dois líderes que se impunham pela cara feia em campo.

Meia

Pedro Rocha x Petkovic

Desde Zizinho, nos anos 50, a torcida do São Paulo não tinha um ídolo do quilate do uruguaio Pedro Rocha, que marcou 119 gols pelo clube entre 1970 e 1977. O sérvio Petkovic defendeu sete clubes do Brasil e se apaixonou pelo país – e os torcedores, por seus golaços. (fotos: José Pinto/PLACAR e Renato Pizzutto/PLACAR)

Meia

Conca x D’Alessandro

Reforço badalado do Flamengo, o argentino Conca marcou época no Fluminense campeão brasileiro de 2010, quando atuou em todas as 38 partidas daquela campanha. Ainda importante para o Internacional, seu compatriota D’Alessandro é nome certo entre os maiores ídolos da história do clube.

Atacante

Doval x Romerito

Dois ídolos do Fluminense, com o acréscimo de o argentino Doval ter brilhado também no Flamengo – ganhou um Estadual por cada clube e somou 164 gols em solo brasileiro. Romerito, talvez o mais habilidoso atacante da história do Paraguai, foi o protagonista do Brasileirão de 1984. (fotos: Rodolpho Machado/PLACAR)

Atacante

Loco Abreu x Guerrero

O folclórico uruguaio ganhou o Estadual de 2010 pelo Botafogo e é amado pela torcida. Enquanto busca seu primeiro título pelo Flamengo, o peruano Guerrero já tem no currículo os gols que deram ao Corinthians o Mundial de 2012.

Atacante

Aristizábal x Tevez

Entre os cinco clubes que defendeu no Brasil, o colombiano Ari destacou-se no São Paulo (formou bela dupla com Dodô) e no Cruzeiro que ganhou tudo em 2003. O argentino Carlitos, ídolo no Boca Juniors, correspondeu ao alto investimento corintiano em sua curta passagem: 20 gols no título brasileiro de 2005. (fotos: Eugênio Savio/PLACAR e Pablo Rey/PLACAR)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês