CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Medalhista em três olimpíadas, Serena Williams desiste de Tóquio

Um dia antes do sorteio das chaves em Wimbledon, a americana segue os passos de Rafael Nadal e Dominic Thiem

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h06 - Publicado em 27 jun 2021, 17h54

A tenista Serena Williams, 23 vezes campeã do Grand Slam, não defenderá os Estados Unidos na Olimpíada de Tóquio. Em entrevista coletiva por videoconferência, um dia antes do sorteio das chaves para o torneio de Wimbledon, ela não explicou os motivos de sua decisão.

Serena, que fará 40 anos em setembro, venceu o ouro na Olimpíada de Londres, em 2012, e ganhou três outras medalhas douradas em duplas com a irmã Venus – em Sydney (2000), Pequim (2008) e Londres. “Sim, na verdade, não estou na lista olímpica. Não que eu saiba. Se estiver, então, não deveria estar”, disse ela.

Rafael Nadal e Dominic Thiem também desistiram dos Jogos de Tóquio, que começam em 23 de julho. Roger Federer, outro tenista que completa 40 anos em agosto, disse que gostaria de ir para a Olimpíada. Mas só tomará a decisão definitiva depois de Wimbledon.

Teme-se que a realização da Olimpíada de Tóquio possa desencadear uma nova onda de infecções. Por isso, os organizadores proibiram familiares de atletas de comparecer aos Jogos devido aos protocolos de segurança. Os espectadores estrangeiros também foram excluídos e os torcedores locais serão permitidas em número restrito.

As restrições separariam Williams de sua filha Alexis Olympia, que nasceu em 2017. “Há uma série de razões pelas quais tomei minha decisão”, disse Serena, quando questionada se seria difícil para ela perder os Jogos. “Não estou com vontade e nem quero entrar nesse assunto hoje, desculpe.”

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade