CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Lugano critica ‘biquinho’ de Nenê ao ficar entre reservas do São Paulo

O meia do São Paulo se irritou por ter ficado no banco de reservas contra o Flamengo

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 28 set 2021, 16h23 - Publicado em 7 nov 2018, 18h53

O uruguaio Diego Lugano, diretor do São Paulo, criticou a insatisfação do meia Nenê com a condição atual de reserva na equipe. Na última terça (6), durante evento de lançamento do filme Onde a Moeda Cai em Pé: A História do São Paulo Futebol Clube, o ex-zagueiro afirmou que a reação de Nenê já era esperada.

“Já joguei com Nenê. Conheço muito bem. O mesmo biquinho que faz no São Paulo, ele fazia comigo no Paris, fazia no Catar, fazia sempre. Quando Nenê chegou ao São Paulo, já veio com isso… No pacote Nenê está incluído o biquinho quando não joga”, cutucou Lugano.

No domingo, Nenê não saiu do banco de reservas durante o empate por 2 a 2 com o Flamengo, pelo Brasileirão, e foi embora do Morumbi irritado.

“Ele é muito importante, mas é um jogador de 37 anos e, como todo jogador dessa idade, está na última etapa da carreira e tem de entender isso. Futebol é intenso, físico, dinâmico e agressivo. No ano passado, eu passei por uma situação muito pior e tive de assimilar. E assim é com todos jogadores do mundo quando vai chegando a idade”, completou o ex-jogador.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

MELHOR
OFERTA

Digital no App