ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Libertadores: Santos vence Boca e tem rodada perfeita; Inter perde

Clube brasileiro chegou à segunda posição do grupo C, ultrapassando o rival argentino; Colorado foi derrotado, de virada, pelo Táchira

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h54 - Publicado em 11 Maio 2021, 21h10

O Santos ganhou sobrevida na Copa Libertadores ao bater o Boca Juniors por 1 a 0 na noite desta terça-feira, 11, na Vila Belmiro. Felipe Jonatan marcou o gol na primeira etapa que definiu o clássico sul-americano, que marcou a estreia do novo técnico santista, Fernando Diniz.

Com o resultado, o Santos, que poderia ter sido virtualmente eliminado nesta rodada, não só se manteve vivo como chegou à segunda colocação do grupo C, com seis pontos, empatado com o próprio Boca, mas à frente pelos critérios de desempate.

Fernando Diniz em sua estréia pelo Santos -
Fernando Diniz estreou pelo Santos Guilherme Dionizio/EFE

O time brasileiro ainda foi beneficiado pela derrota do Barcelona de Guayaquil por 2 a 0 diante do The Strongest, na Bolívia. O time equatoriano segue na liderança com nove pontos.

O Boca teve chance claríssima no início do jogo, mas o veterano Carlitos Tevez chutou por cima da meta, da pequena área. O gol da equipe da casa saiu aos 40 minutos da primeira etapa, quando Kaio Jorge arrancou pela direita e tocou para trás; a bola cruzou a defesa e chegou até Felipe Jonatan, que costurou a defesa do Boca e marcou um belo gol.

Na segunda etapa, o jogo se manteve equilibrado. Logo no início, o Santos pediu pênalti em toque na mão de Izquierdoz, mas o árbitro ignorou – não há VAR na primeira fase da Libertadores. O jogo seguiu tenso e os dois técnicos, Fernando Diniz e Miguel Ángel Russo, foram expulsos por reclamação.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O Santos segurou a pressão nos minutos finais e celebrou uma vitória providencial. Sua situação, no entanto, não é tranquila, pois fará seus dois últimos jogos da fase de grupos, contra Strongest e Barcelona, jogando fora de casa.

Inter perde na Venezuela

O Internacional tropeçou diante do Deportivo Táchira, no estádio Pueblo Nuevo, em San Cristóbal. O clube gaúcho saiu na frente gol de Thiago Galhardo, mas levou a virada por 2 a 1 na segunda etapa, com tentos de Maurice Cova e Nélson Hernández.

Apesar da frustração, o Inter se manteve na liderança do grupo B da Libertadores, com seis pontos. Always Ready e Táchira têm a mesma pontuação, mas levam a pior nos critérios de desempate.

Os clubes da Bolívia e do Paraguai, porém, têm um jogo a menos e se enfrentam na próxima quinta-feira, 13.  Nas próximas rodadas, o clube gaúcho encara o Olimpia, em Assunção, e o Always Ready, no Beira-Rio.

Yuri Alberto, do Internacional, durante partida contra o Deportivo Táchira, na Venezuela -
Yuri Alberto, do Internacional, durante partida contra o Deportivo Táchira, na Venezuela – Ricardo Duarte/Internacional/.
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade