CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Libertadores 2018: Flamengo enfrenta River Plate sem torcida

O Flamengo foi punido porque sua torcida invadiu e depredou o estádio do Maracanã na final da Copa Sul-Americana do ano passado

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 28 set 2021, 22h45 - Publicado em 28 fev 2018, 10h39

Campeão da Taça Guanabara – primeiro turno do Campeonato Carioca -, o Flamengo vai estrear na Copa Libertadores nesta quarta-feira, às 21h45, em jogo contra o River Plate, da Argentina, no Engenhão, com portões fechados. Os dois times integram o Grupo 4, ao lado de Emelec (Equador) e Independiente Santa Fe (Colômbia).

A partida será sem público, conforme determinação da Conmebol. O Flamengo foi punido com multa de 300.000 dólares (cerca de 940.000 reais) e perda de dois mandos de campo na Libertadores, por causa da invasão e depredação do estádio do Maracanã, na final da Copa Sul-Americana do ano passado, em que perdeu o título para o Independiente.

Mesmo com estádio vazio, a direção do Flamengo reforçou a segurança nos portões para evitar eventuais conflitos na chegada da delegação adversária.

Flamengo completo

O técnico Paulo César Carpegiani só não vai contar com o volante Cuéllar, que cumprirá o primeiro de dois jogos de suspensão pela expulsão na decisão da Copa Sul-Americana. Jonas deve ficar com a vaga.

O River Plate é o 21º colocado do Campeonato Argentino, com apenas 19 pontos em 17 partidas. Diante do cenário preocupante, o técnico Marcelo Gallardo tem feito mistério em relação à escalação. Entre os nomes mais conhecidos do elenco está o atacante argentino Lucas Pratto, mas não está confirmado.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade