CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Justiça proíbe torcida do Grêmio e suspende organizadas por 180 dias

Juizado do Torcedor e Grandes Eventos vetou o acesso de gremistas mesmo em jogos como visitantes; punição pode aumentar após julgamento pelo STJD

Por Da Redação Atualizado em 4 nov 2021, 10h30 - Publicado em 4 nov 2021, 09h12

O Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE) do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) proibiu o acesso de torcedores do Grêmio ao Beira-Rio, estádio do Internacional, para o Grenal que acontecerá neste sábado, 6, às 19h (de Brasília), válido pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. A punição, consequência da invasão de campo após a derrota para o Palmeiras, no último domingo, 31, ainda suspende torcidas organizadas por 180 dias e interditará a Arquibancada Norte da Arena Grêmio em dias de jogo

Assine e receba PLACAR em casa a partir de R$ 14,90/mês

A decisão foi anunciada pelo juiz Marco Aurélio Martins Xavier, após audiência por videoconferência, e acompanha a ação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que aceitou o pedido de liminar da procuradoria para que o Grêmio mande os seus últimos jogos com portões fechados e não tenha torcida como visitante. O caso ainda será julgado pelo pleno.

O clube trabalha na apuração dos responsáveis. Até então, identificou 22 torcedores envolvidos no episódio, mas novos nomes devem ser revelados já nos próximos dias.

Assim que o jogo terminou, um grupo de gremistas invadiu o gramado, agrediu seguranças e fotógrafos, depredou a cabine do VAR e outros equipamentos de transmissão e quase invadiu o túnel de acesso aos vestiários, onde estavam os jogadores das duas equipes.

Houve ainda um confronto com a Brigada Militar no estacionamento do estádio e vários torcedores foram levados ao Juizado Especial Criminal (Jecrim) da Arena. Nas arquibancadas, torcedores de ambos os times tentaram brigar por entre a grade que os separava e circula nas redes um vídeo em que um gremista imita um macaco, em gesto racista direcionado aos palmeirenses.

Grêmio sucumbiu para o Atlético Mineiro em jogo atrasado pela 19ª rodada -
Grêmio sucumbiu para o Atlético Mineiro em jogo atrasado pela 19ª rodada – Pedro Souza/Atlético/Divulgação

O cenário caótico deve se enquadrado no artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que trata sobre invasões de campo, e tem pena prevista de multa de até 100 reais a 100.000 reais e perda de mando de uma a dez partidas, a depender da gravidade dos fatos.

Continua após a publicidade

O artigo tem como objetivo punir o clube que “deixar de tomar providências capazes de prevenir ou reprimir desordens em sua praça de desporto, invasão de campo ou local de disputa do evento esportivo, lançamento de objetivo no campo ou local de disputa do evento esportivo” e assegura que “quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas, provas ou equivalentes, quando participante da competição oficial”.

Após o jogo, o vice-presidente de futebol do Grêmio, Denis Abahão, minimizou o ocorrido e citou decisões da arbitragem de vídeo, que assinalou um pênalti para o Palmeiras e anulou um gol do Grêmio, ambos corretamente. “A torcida se rebelou não foi contra nós, contra dirigentes, jogadores do Grêmio ou comissão técnica. Vocês acham que alguém agrediria jogador? Cada ato tem um efeito e uma consequência. Não posso dizer o que houve porque não vi, não presenciei, apenas ouvi comentários. Vou procurar saber o que aconteceu para tomar as medidas cabíveis para resolver este tipo de acontecimento.”

O Grêmio perdeu para o Atlético Mineiro por 2 a 1 nesta quarta-feira, em jogo atrasado pela 19ª rodada da competição. Com isso, a equipe do técnico Vagner Mancini segue na penúltima colocação do Brasileirão, com 26 pontos, sete a menos que o Bahia, primeiro time fora da zona de rebaixamento (mas com dois jogos a menos).

O time tem mais cinco jogos em casa até o fim do campeonato (contra Fluminense, Red Bull Bragantino, São Paulo, Flamengo e Atlético-MG) mas, portanto, pode ter de jogar fora de Porto Alegre.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade