CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Julgamento do Inter é adiado e provoca incerteza no Brasileiro

Corte Arbitral do Esporte julgará caso de Victor Ramos, no Vitória, após pedido do clube gaúcho

Por Da redação Atualizado em 21 out 2021, 01h01 - Publicado em 4 abr 2017, 12h49

Rebaixado em 2016 no Campeonato Brasileiro, o Internacional vem alegando que o Vitória entrou em campo com o jogador Victor Ramos de forma irregular, depois de não o registrar como uma transferência internacional. Por isso, entrou com um pedido de revisão do assunto na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês). Nesta semana, a equipe de advogados do Vitória e da CBF conseguiu adiar a decisão. A audiência que havia sido marcada para determinar o veredicto para os dois clubes acabou sendo suspensa depois que os advogados argumentaram que o tribunal não teria competência para lidar com o caso.

Caso o Internacional consiga comprovar a culpa do Vitória, o time baiano poderia ser punido com a perda de pontos e, assim, entraria na lista dos rebaixados no lugar dos gaúchos. No Brasil, porém, o caso foi arquivado e o STJD ainda anunciou, na semana passada, que os documentos que o Inter havia apresentado estavam adulterados. Isso incluía e-mails e outras comunicações. Entre as possibilidades, os árbitros podem simplesmente punir o Vitória, com uma multa e a retirada de pontos. Mas também podem apenas ordenar ao STJD que reabra o caso e examine as provas de ambas as partes.

Nos próximos dois dias, os árbitros vão chegar a uma decisão e podem convocar uma nova audiência para a semana que vem. A partir da nova reunião, será necessário ao menos uma semana para uma decisão final. Na prática, o Brasileirão não conhecerá todos os seus participantes até três semanas antes de seu início.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade