ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Jogador entra em campo na Escócia com tornozeleira eletrônica

Paul McGowan cumpre liberdade condicional e já foi condenado pela Justiça escocesa em cinco oportunidades

Por Da redação Atualizado em 28 set 2021, 18h03 - Publicado em 7 ago 2018, 14h40

Jogador do Dundee United, da Escócia, Paul McGowan, jogou 87 minutos da derrota de seu clube para o St. Mirren, na primeira rodada do Campeonato Escocês – no último sábado – com uma tornozeleira eletrônica, por estar em liberdade condicional, segundo o Daily Mail.

Em 16 de julho, após beber com companheiros de Dundee United em uma casa de shows, o jogador cuspiu em um segurança e foi punido com liberdade condicional por dois meses, uma multa de 200 libras (pouco mais de 960 reais) e a cumprir 200 horas de serviços comunitários. O jogador ainda é obrigado a obedecer um toque de recolher nos fins de semana, que o obriga a estar em casa entre as 19h e 7h. Com isso, o jogador não poderá atuar em eventuais jogos noturnos de sua equipe.

Essa não foi a primeira vez que McGowan foi punido pela Justiça escocesa. Em 2010, foi condenado a pagar uma multa de 200 libras por perturbação da paz. Em 2013, recebeu pena por comportamento agressivo e duas vezes por desrespeito a autoridades policiais. Pagou multas e cumpriu serviço comunitário. Na última vez, em 2015, voltou a ser julgado por perturbação à paz e desrespeito à Polícia. Por isso, foi punido com liberdade condicional por 16 semanas.

McGowan, de 30 anos, começou a carreira no Celtic e passou por Greenock Morton, Hamilton Academical e St. Mirren. Desde 2014 defende o Dundee United.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade