CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Jesus e Messias decisivos: a rodada dos brasileiros na Champions

Atacantes brasileiros marcaram os gols que garantiram pontos preciosos a Manchester City e Milan; Neymar está há quase ano sem marcar no torneio

Por Da Redação 25 nov 2021, 10h24

A quinta rodada da Liga dos Campeões da Europa chegou ao fim e o cenário da briga por uma vaga nas oitavas de final está desenhado. A liga que reúne os melhores times do mundo conta com brasileiros com papel de destaque. Nos jogos desta semana, o brilho foi de Júnior Messias, atacante do Milan, ao marcar o gol da vitória italiana e manter o sonho de classificação vivo, e de Gabriel Jesus, que precisou de poucos minutos para balançar as redes e garantir a vitória do Manchester City sobre o Paris Saint-Germain. Neymar, do badalado clube francês, completou oito jogos sem marcar na Champions League.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Júnior Messias e o gol da ressurreição

A história do gol de Júnior Messias sobre o Atlético de Madri, pela Champions League, na Espanha, tem roteiro de cinema. Nascido em Belo Horizonte, o atacante salvador do clube milanês passou pelas categorias de base do Cruzeiro e se mudou para a Itália ainda jovem, para atuar em times amadores e trabalhar. Até 2015, Messias foi entregador de eletrodomésticos e recebeu a primeira chance profissional apenas aos 24 anos. Com 30 anos, o jogador precisou de 22 minutos em campo para marcar o gol que manteve o Milan com chances de classificação para as oitavas de final da Champions League.  O tento de Júnior Messias aconteceu em seu primeiro jogo pela Liga dos Campeões.

Na conta de Jesus

O Manchester City venceu o Paris Saint-Germain por 2 a 1, na última quarta-feira, 24, e garantiu a liderança do grupo A da Liga dos Campeões. O embate entre potências bilionárias do futebol atual colocou em combate o time inglês treinado por Pep Guardiola e o badalado trio de ataque parisiense, de Neymar, Mbappé e Messi. No entanto, o destaque da partida foi Gabriel Jesus. O atacante brasileiro entrou aos nove minutos do segundo tempo, participou ativamente da jogada de empate e, aos 31 da etapa final, recebeu de Bernardo Silva para marcar o gol da virada.

Gabriel Jesus tem cinco gols e seis assistências em 20 jogos nesta temporada e chegou a seu 19º tento em 34 partidas de Champions League, ultrapassando Juninho Pernambucano e Ronaldinho Gaúcho e igualando Willian, para se tornar o 10° maior artilheiro brasileiro da história da competição.

Neymar em jejum

O brasileiro Neymar faz um mau começo de temporada. Atuando cada vez mais distante da área no PSG de Maurício Pochettino, o camisa 10 teve queda drástica em estatísticas mais ofensivas, apesar de uma grande influência na construção de jogadas em um trio de ataque com Messi e Mbappé que está longe de encantar. Na derrota contra o Manchester City por 2 a 1 na última quarta-feira, 24, o craque trabalhou com Messi na criação do gol parisiense.

Pela Liga dos Campeões, Neymar não marca desde dia 8 de dezembro de 2020, quando balançou a rede três vezes contra o Istambul Basaksehir, ainda na edição passada da competição. O atacante é o maior artilheiro brasileiro da história da Champions, com 41 gols.

Thiago Silva e Marquinhos: segurança à brasileira

Parceiros na seleção brasileira, Thiago Silva, no Chelsea, e Marquinhos, no PSG, seguem dominando no contexto mais competitivo do mundo. Na goleada do clube inglês por 4 a 0 sobre a Juventus, Thiago, de 37 anos, teve mais uma atuação sublime, com direito a bola salva em cima da linha. Pelo Paris, Marquinhos atuou bem mais uma vez, apesar da derrota.

Enquanto Thiago Silva esteve em campo pelo Chelsea, o time londrino foi vazado apenas uma vez nos últimos cinco jogos. Em sua carreira, o atleta tem 93 partidas em 13 edições da Champions League.

O garoto Champions League

Rodrygo, atacante de 20 anos do Real Madrid, tem boa relação com a Champions League desde que chegou ao clube espanhol. Em 20 partidas pela competição, o jogador ex-Santos marcou sete gols e deu cinco assistências, uma participação direta a cada 73 minutos em campo. Na última partida, contra o Sheriff Tiraspol, da Moldávia, o brasileiro deu o passe para o meio-campista alemão Toni Kross marcar o segundo gol, na partida que terminou em 3 a 0.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN! 

Continua após a publicidade

Publicidade