ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

‘Jamais aceitarei agressões’, diz Gabigol após eliminação do Flamengo

Ídolo rubro-negro foi atingido por copo e teve familiares xingados por torcedores no Maracanã

Por Da Redação Atualizado em 28 out 2021, 15h27 - Publicado em 28 out 2021, 15h13

O atual bicampeão brasileiro Flamengo vive dias de extrema turbulência. Após ser eliminado pelo Athletico-PR nas semifinais da Copa do Brasil ao perder por 3 a 0 no Maracanã, o clube carioca que poucos meses atrás estava na briga por três campeonatos, agora vê na Libertadores, uma decisão em jogo único contra o Palmeiras, a chance de título mais concreta, tendo em vista que no Campeonato Brasileiro, o Atlético Mineiro disparou na liderança. Com isso, o torcedor rubro-negro demonstrou ânimos exaltados, principalmente minutos depois da eliminação na última quarta-feira, 27, quando vaias tomaram o estádio. Na saída de Gabriel Barbosa, um torcedor o atingiu na cara com um copo de cerveja.

Assine e receba PLACAR em casa a partir de R$ 14,90/mês

Ídolo do clube e nome essencial nos títulos recentes do clube, Gabigol tem 97 gols em 137 jogos com a camisa do Flamengo e tomou a palavra ao fim da partida. No entanto, nem mesmo o histórico do atleta no clube e a postura após derrota pouparam que os familiares do jogador fossem importunados também na saída do estádio. A mãe do atleta foi ofendida e chegou até a rebater ofensas de manifestantes.

Desrespeitado pelo público que estava no Maracanã, o atacante divulgou nesta quinta-feira, 28, uma nota oficial se manifestando contra a posição violenta da torcida. No comunicado, o atacante repudiou qualquer tipo de agressão a ele e a seus familiares: “Sei que no Flamengo temos de vencer e queremos vencer sempre, sempre com respeito e dedicação à instituição que defendemos. Mas JAMAIS aceitarei agressões, falta de respeito e xingamentos, principalmente aos meus familiares, que tanto se dedicaram para que eu pudesse estar aqui hoje.”.

Confira a nota oficial na íntegra:

Gabriel, que não marca pelo Flamengo desde 28 de agosto, vive seu maior jejum com o clube carioca: oito jogos sem balançar as redes. No próximo sábado, o time encara justamente o Atlético Mineiro, líder do Brasileirão, no Maracanã.

Continua após a publicidade

Publicidade