Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Itália bate Espanha nos pênaltis e está na final da Eurocopa

Renovada seleção italiana levou a melhor após erro de Morata e aguarda Inglaterra ou Dinamarca na decisão do próximo domingo, novamente em Wembley

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 18h57 - Publicado em 6 jul 2021, 18h41

A Itália está de volta. Nesta terça-feira, 6, a renovada equipe comandada por Roberto Mancini bateu a Espanha e confirmou vaga na final da Eurocopa. O clássico continental no estádio de Wembley, em Londres, terminou empatado em 1 a 1 no tempo normal e com vitória italiana de 4 a 2 nos pênaltis. Agora, a Azzurra espera o vencedor de Inglaterra e Dinamarca, que se enfrentam no mesmo local, na próxima quarta-feira, 7.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O embate de altíssimo nível técnico e tático, uma reedição da final de 2012, serviu como uma coroação de um justo finalista e a eliminação de um time instável, porém invicto. Logo na primeira etapa, o equilíbrio ficou evidente. Mesmo com a maior posse de La Roja, a Itália fechou sua área e não cedeu muitos espaços para os espanhóis.

Contudo, o segundo tempo reservou mais lances velozes e ataques da Itália. Foi assim que, aos 60 minutos de jogo, em contra-ataque, Federico Chiesa, um dos nomes marcantes da renovação da equipe, marcou para o time italiano em bonita finalização. A bola, então, ficou ainda mais sob domínio espanhol. Aos 35 minutos do tempo final, uma boa tabela resultou em bom passe de Dani Olmo para Álvaro Morata empatar o jogo. O atacante da Juventus, bastante contestado na primeira fase, foi herói neste momento, mas voltaria a ser vilão pouco depois.

Na prorrogação, o domínio foi espanhol, mas o placar não foi alterado, e, apesar de muitas finalizações, nenhuma chance clara aconteceu. Nas penalidades, após Morata desperdiçar seu pênalti, o ítalo-brasileiro Jorginho confirmou a vitória italiana. Com isso, a tradicional equipe que colecionou decepções nos últimos anos, como a não classificação para a Copa de 2018, confirmou sua excepcional fase sob o comando de Roberto Mainci e buscará o bicampeonato (venceu apenas a edição de 1968) no próximo domingo, 11, em Wembley.

Chiesa finaliza para marcar contra Espanha
O gol de Federico Chiesa abriu o placar em Wembley Facundo Arrizabalaga/Getty Images
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade