CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Ignorado por Tite, Veiga praticamente dá adeus à chance de ir à Copa

Destaque do Palmeiras vivia expectativa por primeira convocação, mas acabou preterido, assim como Everton Ribeiro; Coutinho e Arthur ganham chance

Por Da redação Atualizado em 11 mar 2022, 12h11 - Publicado em 11 mar 2022, 11h53

Não foi desta vez para Raphael Veiga. O destaque do multicampeão Palmeiras vivia a expectativa de ser convocado para a seleção brasileira pela primeira vez nesta sexta-feira, 11, mas acabou de fora da lista de 25 chamados para os duelos diante de Chile no dia 24 de março, no Maracanã, e Bolívia no dia 29, o, em La Paz, capital boliviana. A oito meses do ínicio da Copa do Mundo do Catar e com no máximo mais três convocações até lá, Veiga praticamente deu adeus ao sonho de estar no Mundial.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Declarações do próprio Tite levavam a crer que o destaque do Palmeiras no bicampeonato da Libertadores seria chamado. “Busco jogadores com as características de mudar e acelerar o jogo, como as do Veiga”, disse Tite, em entrevista à TNT Sports na última quarta-feira, 9, dias antes da convocação. O treinador, no entanto, optou por chamar Philippe Coutinho, que retomou a boa fase jogando pelo Aston Villa, e Lucas Paquetá, titular absoluto de Tite.

Everton Ribeiro, do Flamengo, que costumava ser chamado e tem características semelhantes a Veiga, também foi preterido. Entre os meio-campistas mais recuados, chamou a atenção a presença de Arthur, da Juventus. O treinador fez questão de dizer que todos os atletas no radar ainda tem chances de estar no Mundial.

“Todas as possibilidades, todos os aprendizados que ao longo do tempo tive como técnico é de não fechar possibilidades reais que possam acontecer. Tenho atletas de alto nível que vão se afirmando, que vão se consolidando e evoluindo ao longo do tempo. E nós enquanto responsáveis temos que estar abertos, se não fica um pré-conceito. E luto contra pré-conceitos. Os meus próprios, e luto contra a ignorância também”, tergiversou.

Outras ausências chamaram atenção na lista desta sexta: Gerson, Everton Ribeiro, Gabriel Jesus, Gabigol e Matheus Cunha. Há, no entanto, uma esperança aos atletas que não vêm sendo lembrados. A Fifa deve aumentar de 23 para 26 o número de atletas inscritos por seleção na Copa do Mundo. O Brasil já está classificado à Copa, invicto e tranquilo na liderança das Eliminatórias com 39 pontos (quatro a mais que a Argentina).

Até a convocação final, o Brasil terá apenas mais três convocações, no máximo. Uma delas, caso o jogo contra a Argentina, adiado após polêmica com a Anvisa, seja efetivamente remarcado. As outras serão em duas janelas de amistosos (três jogos entre 31 de maio e 14 de junho e dois entre 19 e 27 de setembro, todos sem local e adversário definidos).

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês