CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Ibrahimovic admite provocação a Lukaku: ‘Causei dano onde dói mais’

Atacante do Milan confessor pela primeira vez ter ofendido o belga citando ritual de vodu; sueco também insinuou que lesão pode ter relação com discussão

Por Da Redação Atualizado em 1 dez 2021, 12h13 - Publicado em 1 dez 2021, 12h11

Ex-companheiros no Manchester United, os atacantes Zlatan Ibrahimovic, do Milan, e Romelu Lukaku, do Chelsea, ainda rememoram uma ríspida discussão enquanto adversários, durante um dérbi entre Milan e Inter de Milão, em janeiro deste ano. Os então rivais se estranharam durante a partida após o sueco, supostamente, ironizar rituais religiosos de vodu praticados pela mãe do belga. Nesta quarta-feira, 1º, em entrevista ao jornal Corriere della Sera, Ibrahimovic confirmou pela primeira vez a atitude.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Ele tem um grande ego, mas eu cresci no gueto e se alguém ataca, eu respondo. E causei dano onde mais dói nele: os rituais de sua mãe”, disse o camisa 11 do clube italiano. Na época, o jogador foi acusado de racismo, mas se defendeu falando em terceira pessoa, como de praxe: “No mundo do Zlatan não há lugar para o racismo”.

Continua após a publicidade

Na publicação, Zlatan relembrou uma aposta que sugeriu a Lukaku nos tempos de Manchester United. O sueco ofereceu 50 libras por domínio de bola correto que o jogador da seleção belga fizesse. Romelu recusou e Ibra demonstrou mágoa.

Aos 38 anos, Ibrahimovic seguiu provocando o adversário, que hoje joga no Chelsea, almejando um novo embate e insinuou que uma lesão sofrida posteriormente poderia ser fruto da discussão com Lukaku. “Aquele dérbi nós perdemos, e depois, eu me lesionei. E se a questão do vodu for verdade? Tenho algo devendo com ele, vamos ver se nos encontramos, em campo. Mas não odeio ninguém”.

Romelu Lukaku voltou ao Chelsea após passagens por United e Inter -
Romelu Lukaku voltou ao Chelsea após passagens por United e Inter – Chris Lee/Getty Images

Lukaku, por sua vez, já falou sobre o assunto em entrevista à mesma publicação, em 23 de setembro. Na ocasião, elogiou a carreira construída pelo rival, lembrando que o sueco já ultrapassou a marca de 500 gols na carreira e que acumulou conquistas em todos os países em que atuou, mas disse se tratar de um jogador egoísta.

O belga chegou a incluir uma terceira estrela na história. “Ele quer vencer para si mesmo, eu quero vencer pela Inter, e o [Cristiano] Ronaldo pela Juventus”, afirmou.

Lukaku ainda rememorou os motivos pelos quais não tem mais relacionamento com Ibra. A confusão em campo foi marcada por ofensas envolvendo religião e família. “Estávamos perdendo por 1 a 0, tinha falhado em um gol e estava um pouco zangado. As palavras dele me atingiram. Não fiquei feliz com a minha reação, mas não me deixo pressionar”.

Logo após conquistar a Série A italiana, título esse que rompeu um longo jejum de 11 anos do clube na elite da divisão nacional, o belga publicou no Twitter uma provocação direcionada ao atacante do Milan. “O verdadeiro Deus coroou o rei. Agora, incline-se ao rei de Milão”, disse, em referência ao antigo hábito de Ibra de se referir a si mesmo com um deus.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade