CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Há cinco anos, Corinthians sofria sua pior derrota na Libertadores

Tolima eliminava Timão da Libertadores, mas abria um espaço para o crescimento da equipe

Por Redação PLACAR 2 fev 2016, 12h36

2 de fevereiro de 2011 ficou marcado na mente de corintianos e rivais. Para os torcedores do Corinthians, foi um dia triste, mas também um dia de renascimento. Para os rivais, é uma data em que as piadas com o Timão ganharam força e, até hoje, é conhecido como “Tolima Day”.

Naquele dia 2 de fevereiro de 2011, o Corinthians, ainda com um time com Ronaldo e Roberto Carlos, e comandando por Tite, enfrentava o Deportes Tolima, na Colômbia, pela partida de volta da primeira fase da Copa Libertadores, conhecida popularmente como “pré-Libertadores”. Por ter perdido o Brasileiro de 2010 nas últimas rodadas e ainda ter sido ultrapassado pelo Cruzeiro, acabando no terceiro lugar da competição, o Timão entrou nessa fase, já que o atual campeão da Libertadores era o Internacional, e também começava na fase de grupos.

No sorteio, o Timão caiu contra o terceiro colocado da Colômbia, naquele ano, o Tolima. A partida de ida seria jogada no Pacaembu e a de volta na Colômbia. Em São Paulo, o 0 x 0 não dava um bom sinal ao time, que começava 2011 em crise. Após a perda do Brasileiro nas últimas rodadas e com Ronaldo e Roberto Carlos criticados, o time não correspondeu e, na Colômbia, acabou derrotado por 0 x 2 e foi precocemente eliminado no torneio.

Roberto Carlos deixou o time após receber ameaças de torcedores. Ronaldo anunciou sua aposentadoria. Tite, ameaçado, foi mantido no quadro. A virada corintiana começava ali.

Com um time mais estruturado e sem a Libertadores para se preocupar, o time paulista ganhou o Brasileiro no fim do ano e manteve a base para ser campeão da Libertadores e do mundo um ano depois.

FICHA TÉCNICA

DeportesTolima (COL) 2 x 0 Corinthians

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Data: 2 de fevereiro de 2011

Local: Estádio Manuel Murillo Toro, Ibagué (COL)

Árbitro: Roberto Silvera (URU)

Gols Santoya, aos 20 e Medina, aos 33 do 2º 

Cartões amarelos: Hurtado, Murillo, Chara, Jorge Henrique, Leandro Castán e Jucilei

Cartão vermelho: Ramírez

DEPORTES TOLIMA: Silva, Vallejo, Arrechea, Hurtado e Noguera; Chara, Bolívar e Castillo (Santoya); Murillo (Piedrahita); Medina (Closa) e Santoya. Técnico: Hernán Torre

CORINTHIANS: Júlio César, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Edno); Paulinho (Ramírez), Ralf e Jucilei; Jorge Henrique; Dentinho (Danilo) e Ronaldo. Técnico: Tite

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês