Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Sorteio da Champions define City e PSG no mesmo grupo

Atual vice-campeã, equipe inglesa ainda pode ter Cristiano Ronaldo diante da nova equipe de Messi; confira todas as chaves

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 17h27 - Publicado em 26 ago 2021, 14h16

Os grupos da Liga dos Campeões de 2021/22 foram sorteados nesta quinta-feira, 26, em Istambul, na Turquia. O destaque é o Grupo A, que contará com os bilionários Manchester City, de Pep Guardiola e possivelmente Cristiano Ronaldo, e Paris Saint-Germain, de Neymar e Lionel Messi, além do promissor RB Leipzig e o Brugge.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O grupo B também chamou a atenção com três campeões, Liverpool, Porto e Milan, e mais o Atlético de Madri, atual vencedor do Campeonato Espanhol. O último campeão europeu, Chelsea, está no grupo H, ao lado de Juventus, Zenit e Malmo. 

A fase de grupos da competição começa no próximo dia 14 e a definição dos classificados para a próxima fase acontece ainda neste ano. Em fevereiro de 2022, o mata-mata do torneio tem seu pontapé inicial, com a mudança na regra do desempate por gols fora de casa.

A final da Champions League está marcada para o dia 28 de maio do próximo ano, no Estádio de São Petersburgo, na Rússia.

Confira os grupos:

Grupo A: Manchester City (ING), Paris Saint-Germain (FRA), RB Leipzig (ALE) e Brugge (BEL)

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Grupo B: Atlético de Madrid (ESP), Liverpool (ING), Porto (POR) e Milan (ITA)

Grupo C: Sporting (POR), Borussia Dortmund (ALE), Ajax (HOL) e Besiktas (TUR)

Grupo D: Inter de Milão (ITA), Real Madrid (ESP), Shakhtar Donetsk (UCR) e Sheriff Tiraspol (MOL)

Grupo E: Bayern de Munique (ALE), Barcelona (ESP), Benfica (POR) e Dinamo Kiev (UCR)

Grupo F: Villarreal (ESP), Manchester United (ING), Atalanta (ITA) e Young Boys (SUI)

Grupo G: Lille (FRA), Sevilla (ESP), RB Salzburg (AUS) e Wolfsburg (ALE)

Grupo H: Chelsea (ING), Juventus (ITA), Zenit (RUS) e Malmo (SUE)

Além disso, a cerimônia teve seu início com uma homenagem ao jogador dinamarquês Christian Eriksen, vítima de uma parada cardíaca na primeira rodada da última Eurocopa, e a entrega do prêmio Uefa President’s Awards à equipe médica responsável por salvar a vida do atleta e ao zagueiro Simon Kjaer, capitão da seleção da Dinamarca.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade