ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Goleiro do Chelsea se revolta por confusão com rival acusado de estupro

Edouard Mendy e Ferland Mendy foram confundidos pela imprensa europeia com Benjamin Mendy, lateral do City denunciado por estupro e agressão sexual

Por Da Redação Atualizado em 18 nov 2021, 12h25 - Publicado em 18 nov 2021, 12h21

O goleiro senegalês Edouard Mendy, do Chelsea, reclamou nas redes sociais sobre uma série de equívocos cometidos por jornais europeus envolvendo a sua imagem e a do lateral esquerdo francês Ferland Mendy, do Real Madrid, com Benjamin Mendy, jogador do Manchester City, que possui mesmo sobrenome e cumpre prisão preventiva desde setembro, em Liverpool, por seis acusações de estupro e uma de agressão sexual. Segundo ele, o caso externa racismo por parte dos veículos.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“É triste ver que em 2021, tanto na França quanto na Inglaterra, para alguns, os negros não têm nomes e nem rostos distintos. Esses ‘erros’ de fotos parecem piadas, mas são altamente simbólicos. Não é tão complicado diferenciar duas faces, especialmente quando a camisa de futebol é de valiosa ajuda”, afirmou Edouard em seu Instagram.

Continua após a publicidade

“Obrigado, Edouard Mendy! Estamos em 2021! Vai demorar, mas vamos ser respeitados”, publicou Ferland, do Real Madrid, em sua conta no Twitter.

O goleiro do Chelsea foi eleito o melhor de sua posição na última Liga dos Campeões, quando o clube inglês se sagrou campeão. Ele e Ferland são primos, mas não possuem nenhum parentesco com Benjamin, do City, que responde as acusações.

Benjamin Mendy cobre o rosto em rara aparição para julgamento -
Benjamin Mendy cobre o rosto em rara aparição para julgamento – Peter Byrne/Getty Images

O lateral esquerdo Benjamin Mendy foi acusado nesta terça-feira, 16, por dois casos de estupros pela Crown Prosecution Service, braço da justiça britânica responsável pelas investigações criminais.

O jogador francês de 27 anos, agora, tem julgamento previsto para acontecer em 24 de janeiro de 2022.

Segundo o Daily Mail, responsável pela publicação inicial das primeiras acusações, em 23 de setembro, outro homem, Louis Saha Matturi, 40 anos, também foi acusado de participação junto com o atleta do City.

Os casos foram denunciados por mulheres com mais de 16 anos e teriam ocorrido entre outubro de 2020 e agosto de 2021. Uma delas alegou ter sido abusada sexualmente na mansão de Mendy, avaliada em 5 milhões de libras (36,8 milhões de reais), localizada no condado de Cheshire, no norte da Inglaterra.

Mendy é jogador do Manchester City desde 2017, quando deixou o Monaco para se transferir para o clube inglês. Além disso, também atua pela seleção de seu país. O francês fez, até ao momento, 75 jogos pelo clube.

Continua após a publicidade

Publicidade