ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Futuro da seleção brasileira movimenta mercado europeu

Tite deve rejuvenescer a equipe para o ciclo da Copa do Catar e tem boas opções despontando no cenário europeu em 2018

Por Da redação Atualizado em 28 set 2021, 18h19 - Publicado em 25 jul 2018, 12h52

O técnico Tite deve renovar em breve o seu contrato com a seleção brasileira e promover mudanças na equipe para o início do ciclo da Copa do Mundo do Catar, em 2022. A principal missão é rejuvenescer o time, que fracassou no Mundial da Rússia com diversos atletas na faixa dos 30 anos de idade. E vários dos potenciais reforços da seleção estão em alta e movimentando o mercado europeu. Confira abaixo, a lista de jovens atletas que estão no radar de Tite e podem pintar em futuras convocações:

Malcom (Barcelona)

O atacante canhoto de 21 anos protagonizou a transação mais controversa desta janela. O Bordeaux chegou a anunciar sua venda à Roma, mas quando o atleta já era aguardado na capital italiana, o Barcelona atravessou o negócio e fechou com Malcom por 41 milhões de reais (179 milhões de reais). Tite é um antigo admirador do futebol do jogador revelado pelo Corinthians. Com apenas 18 anos, Malcom foi titular e um dos destaques da campanha do título do Brasileirão de 2015, antes de ser vendido ao Bordeaux. Na seleção, ele deve ser opção para a vaga de Willian (29 anos).

Vinicius Júnior (Real Madrid)

O atacante revelado pelo Flamengo tem apenas 18 anos e, por isso, pode demorar um pouco mais para ganhar as primeiras chances com Tite. Tudo dependerá, porém, de sua adaptação no Real Madrid, que na semana passada o apresentou com pompas no Santiago Bernabéu. O campeão europeu o contratou em maio de 2017, quando Vinicius ainda tinha 16 anos, por 45 milhões de euros (cerca de 164 milhões de reais na cotação da época). O jogador veloz e habilidoso poderia ser uma alternativa para Neymar, que terá 30 anos na Copa do Catar. 

Arthur (Barcelona)

O ex-jogador do Grêmio, recém-contratado pelo Barcelona por 31 milhões de euros (cerca de 140,8 milhões de reais) é nome certo para as próximas convocações de Tite. Aos 21 anos, ele já esteve na lista de suplentes no Mundial da Rússia e deve receber chances no clube catalão, que perdeu Paulinho e Andrés Iniesta na atual janela. Jogador de ótimo passe e visão de jogo, pode formar o futuro meio-campo da seleção com Casemiro e seu colega de clube Philippe Coutinho (ambos de 26 anos).

Fred (Manchester United)

Treino seleção brasileira 2018
Fred se lesionou na Copa Matthew Childs/Reuters

Na briga por vaga no meio-campo de Tite, Arthur larga atrás do novo reforço do United. Fred esteve na Copa da Rússia e só não ganhou chances por causa de um problema no tornozelo que carregou durante todo o torneio – a confiança de Tite no volante revelado pelo Inter é tanta, que optou por não cortá-lo, o que se revelaria um erro. Após cinco temporadas no Shakhtar Donetsk, Fred chega com moral ao time de Mourinho, que desembolsou 52 milhões de libras (cerca de 261 milhões de reais) pelo atleta mineiro de 25 anos.  

Richarlison (Everton)

O atacante de 21 anos revelado pelo América-MG e com passagem pelo Fluminense pode ser uma alternativa a Gabriel Jesus (mesma idade) e Roberto Firmino (26 anos) no ataque da seleção. Jogador forte e de boa finalização, ele se valorizou bastante após uma temporada no Watford e foi comprado pelo Everton por 44 milhões de libras (222 milhões de reais).

Éder Militão (Porto)

A lateral direita é um dos setores mais carentes de renovação já que Daniel Alves tem 35 anos e Fagner tem 30. Danilo, que iniciou a Copa como titular até se lesionar, tem 27 e deve ser a primeira opção de Tite, mas Éder Militão, de 20 anos, já aparece como boa alternativa. Nesta quarta-feira, o São Paulo confirmou a venda do jogador, por 4 milhões de euros (17,5 milhões de reais), ao Porto, clube português que costuma “lapidar” diversos atletas de elite, como ocorreu com o próprio Danilo. O fato de Militão ser um jogador versátil (pode atuar também como zagueiro e volante) também deve ser levado em conta por Tite.

Rodrygo (Real Madrid)]

Rodrygo em ação pelo Santos Ricardo Nogueira/Getty Images

Mais uma ‘joia’ da base do Santos, Rodrygo é tão jovem (17 anos) que talvez só ganhe suas primeiras chances para o ciclo seguinte, da Copa de 2026. Ele, porém, terá a chance de provar sua maturidade precoce no futebol europeu: já foi contratado pelo Real Madrid por 45 milhões de euros (196,5 milhões de reais), mas só poderá deixar o Santos em junho do ano que vem, quando completar a maioridade. A tendência é que seja emprestado pelo gigante europeu e, dependendo de sua evolução, ganhe chances na seleção brasileira. 

Paulinho (Bayer Leverkusen)

O mesmo ocorre com Paulinho, revelação do Vasco que estreará nesta temporada pelo Bayer Leverkusen. Destaque das seleções de base ao lado de Vinicius Júnior, o atacante de 18 anos foi comprado pela equipe alemã por 20 milhões de euros (90 milhões de reais) e espera repetir a trajetória de diversos compatriotas, como Juan, Lúcio e Zé Roberto, que brilharam em Leverkusen e se firmaram na seleção.

Paulinho, já com a camisa do Bayer Leverkusen TF-Images/Getty Images
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade