Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Futsal: Brasil vence Japão no sufoco e avança na Copa do Mundo

Em duelo complicado na Lituânia, um tenso 4 a 2 garantiu à seleção a vaga nas quartas de final, diante do Marrocos

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 18h02 - Publicado em 23 set 2021, 15h51

O Brasil venceu o Japão por 4 a 2 pelas oitavas de final da Copa do Mundo de futsal, em Kaunas, na Lituânia, em um duelo tenso e decidido na segunda etapa na tarde desta quinta-feira, 23. Com isso, a seleção brasileira garantiu vaga nas quartas de final, no próximo domingo, 26, às 10h, diante do Marrocos.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O time brasileiro começou mal a partida, nervoso e cometendo muitos erros. O Japão aproveitou e saiu na frente com quatro minutos, em falha do goleiro Guita em chute de Hoshi. Na sequência, o pivô Ferrão recebeu do goleiro e girou, para empatar a partida. A etapa inicial ainda contou com boas jogadas dos asiáticos, que marcaram forte e exploraram os contra-ataques, e ligeira pressão do Brasil nos minutos finais.

No complemento, a seleção brasileira adotou uma postura diferente e aumentou consideravelmente o volume de jogo. Contudo, as muitas chances criadas pararam em Higor Pires, goleiro da seleção japonesa, nascido no Brasil. Apenas faltando nove minutos para o fim, a seleção brasileira garantiu a virada em boa jogada individual do ala Léozinho, que tabelou, driblou o goleiro e rolou para as redes.

Após isso, o time do Japão ofereceu certa pressão, mas faltando pouco mais de dois minutos para o cronômetro zerar, Pito recebeu em contra-ataque e marcou um golaço, ao matar no peito e driblar Higor Pires, antes de rolar para o fundo das redes. Com goleiro-linha, o japonês Nishitani ainda diminuiu, apimentando o confronto, mais uma vez. Porém, nos segundos finais,  com o time nipônico jogando no desespero, Gadeia marcou para sacramentar a classificação.

O Brasil venceu cinco das oito edições da Copa do Mundo (1989, 1992, 1996, 2008 e 2012). No último Mundial, vencido pela Argentina em 2016, o Brasil decepcionou e foi eliminado ainda nas oitavas de final pelo Irã. Pela primeira vez em cinco edições, desde 1996, o time não conta com o craque Falcão, aposentado desde 2018.

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade