CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Futebol alemão adota novo plano, com restrições a torcedores não-vacinados

Para frear a pandemia, estádios da Bundesliga só poderão ter 50% da capacidade, limitada a 15.000 pessoas

Por Da Redação 3 dez 2021, 17h35

O futebol alemão terá de esvaziar suas arquibancadas, em medidas restritivas contra a Covid-19 anunciadas nesta semana, em meio ao aumento de casos no país. Os estádios só poderão ter 50% de capacidade, não podendo ultrapassar o limite de 15.000 pessoas. Em regiões como a Baviera, onde se localiza o Bayern de Munique, o fechamento dos estádios será total, de modo que a partida entre o gigante alemão e o Barcelona, na Allianz Arena, válida pela última rodada da fase grupos da Liga dos Campeões, na próxima quarta-feira, 8, terá portões fechados.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

O novo decreto faz parte de uma série de medidas tomadas pela Chanceler Angela Merkel, junto com o seu sucessor, Olaf Scholz, e os Primeiros-Ministros dos estados para evitar a quarta onda de Covid-19 no país, que tem registrado aumento no número de casos, principalmente devido à baixa adesão à vacinação (68% da população está totalmente imunizada). As novas medidas visam  as pessoas não vacinadas, que terão mais restrição para circular em locais públicos, como os estádios de futebol.

Durante as partidas, valerá a chamada “regra 2G”, sob a qual apenas os vacinados ou aqueles que tenham se recuperado da doença nos últimos dois meses terão acesso ao local. Em alguns estados, será válido a regra 2G Plus, isto é, a apresentação do teste negativo, além da obrigatoriedade do uso de máscara no local. O estado da Baviera, no entanto, cecidiu por implementar regras mais severas quanto a circulação de pessoas.

A Deutsche Fussball Liga, DFL, responsável por organizar a primeira e segunda divisões da Bundesliga, informou em nota, nesta quinta-feira, 2, que a decisão é compreensível devido a situação sanitária do país. “Nesta situação, é necessária uma estratégia política diferenciada, compreensível, mas sobretudo eficaz. Uma restrição temporária à admissão de torcedores nos estádios é, portanto, compreensível. O DFL espera que esta decisão dos governos federal e estadual estabeleça as bases para uma rápida melhora na situação da pandemia. A DFL e seus clubes continuarão a apoiar todos os esforços de vacinação ”, disse Chirstian Seifert, porta-voz da DFL.

A medida já começa a valer neste final de semana, e o clássico deste sábado, 4, entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique, no Signal Dual Park, que vale a liderança do campeonato, receberá no máximo 15.000 pessoas. A venda de ingressos foi interrompida e a organização do estádio informou que irá reembolsar quem já tinha comprado ingresso.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade