ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Fúria solidária: item atirado por Cristiano vai a leilão para ajudar bebê

Valor pago pela braçadeira de capitão, arremessada pelo atacante após não ter gol validado, será destinado ao tratamento de um recém-nascido na Sérvia

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 20h12 - Publicado em 1 abr 2021, 10h37

Um momento de revolta de Cristiano Ronaldo se transformou em uma oportunidade de fazer o bem. No último sábado 27, indignado com a não marcação de um gol nos minutos finais do empate em 2 a 2 entre Sérvia e Portugal, em Belgrado — em partida das Eliminatórias Europeias para a Copa de 2022, que não conta com o auxílio do VAR —, o astro lusitano atirou sua braçadeira de capitão no gramado e deixou o campo antes mesmo do apito final. O item agora será leiloado em uma ação beneficente.

Segundo informações da imprensa sérvia, um bombeiro do estádio Marakana retirou a faixa de capitão e decidiu leiloá-la para custear o tratamento de Gavril Đurđević, um bebê de seis meses que sofre de atrofia muscular espinhal, doença que compromete o sistema nervoso. O valor estimado do tratamento é de 2,5 milhões de euros (cerca de 17 milhões de reais). 

O leilão segue aberto no site Limundo até o próxima sexta-feira 2. Até o momento, a pedida mais alta entre as mais de 400 registradas foi de pouco mais de 6 milhões de dinares sérvios (equivalente a 350.000 reais). Ofertas maiores haviam sido registradas (e noticiadas pela imprensa europeia), mas não constam mais no site.

Em entrevista ao diário sérvio Telegraf, o bombeiro Djordje Vukicevic, quem recolheu o item no gramado, contou que chegou a ser jogador de futebol e que sempre sonhou em ter uma lembrança de um grande craque, mas que preferiu ajudar o menino doente.

“Foi uma sensação muito boa e indescritível (recolher a faixa de capitão). Mas soubemos imediatamente o que faríamos. Quando sai de casa em direção ao estádio, desejei que, se eu conseguisse algo durante aquela partida, fosse destinada para caridade. É muito melhor ajudar alguém do que ter essa lembrança para você”, disse.

O bombeiro lamentou o número de ofertas falsas, que deram esperança à família do bebê doente antes de serem retiradas do site, e deu uma sugestão ao próprio dono da braçadeira. “Eu acredito que Cristiano Ronaldo ajudaria também. Se ele comprar a braçadeira, eu vou perdoá-lo (pelo momento de fúria)”, brincou o bombeiro.

Leilão da faixa de capitão usada por Cristiano Ronaldo
Leilão da faixa de capitão usada por Cristiano Ronaldo vai até sexta-feira, 2 Limundo/Reprodução
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade