CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Firmino aprimora seus dribles. Nos microfones

Atacante do Liverpool ganhou a titularidade da seleção, mas ainda não venceu a timidez

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 28 set 2021, 11h37 - Publicado em 17 jun 2019, 21h18

SALVADOR – Roberto Firmino conseguiu bater seu próprio recorde; e com sobras. No ano passado, deu a entrevista mais rápida da Copa do Mundo, após 14 minutos de respostas bem econômicas. Nesta segunda-feira, 17, na véspera do duelo contra a Venezuela em Salvador, o atacante do Liverpool foi novamente escolhido para encarar os microfones. E conseguiu fugir, literalmente, depois de apenas cinco minutos.

A cada pergunta, constrangido, tentava fazer como no campo: resolver o mais rápido possível. “É igual, tanto no clube quanto na seleção”, resumiu sobre seu posicionamento nos times de Tite e Jürgen Klopp. Questionado sobre como reagiu ao ser “convocado” para a coletiva, foi sincero. “Estou tentando me acostumar… eu tentei correr, mas tem hora que não tem jeito”. Depois de mais três respostas curtas, aproveitou o momento em que o chefe de imprensa pediu para que os fotógrafos se retirassem e pegou carona. “Posso ir também?” Pegou seu boné e saiu correndo, exibindo seu indefectível sorriso.

Publicidade